No ano de 2008 o mundo passou por uma grande recessão econômica. Dessa forma, a economia mundial durante essa última década, principalmente nos Estados Unidos, foi para se recuperar dessa crise e ela já está dando sinais de melhoria.

Esse é um episódio marcante no cenário econômico do século XX1. Para você entender mais sobre o assunto, clique no botão para acessar nosso artigo sobre a crise de 2008.

Assim, decidimos fazer uma lista com 10 sinais de que a economia está melhorando para você ficar por dentro de tudo!

Happy Chris Pratt GIF Sinais

Os 10 sinais

Aumento na venda de equipamentos caros

Antes de mais nada,  uma das consequências de uma grave crise é a baixa do consumo. Consequentemente, a volta de crescimento dos produtos são um bom sinal.

Assim, a venda de produtos caros mostram ainda mais esse crescimento econômico, visto que as pessoas retiram seu capital da poupança e consomem produtos que não são essenciais, como automóveis por exemplo.

Dessa maneira, as indústrias ainda produzem mais, gerando mais riquezas para o país. 

Preços de habitação não estão caindo

A grande recessão econômica dos Estados Unidos teve como principal causa a crise o mercado imobiliário. Consequentemente, a valorização das residências depois desse período de crise é um dos grandes fatores da recuperação econômica.

Outro fator interessante é que a maior parte do patrimônio dos cidadãos são os imóveis. Assim, a recuperação dos preços está diretamente relacionada com a valorização da riqueza de cada um, que aumenta a economia do país.

Vendas de publicidade estão crescendo

A publicidade é outro fator que está completamente ligado ao consumo. Do mesmo modo que aumenta o consumo, aumenta também as vendas de publicidade.

Isso se dá pelo fato de que, quanto mais as pessoas compram, mais as empresas investem em propaganda para impulsionar ainda mais seu produto. Quando as vendas estão mal, a propaganda não deixa de existir, porém, o investimento nela com certeza é menor.

ronald mcdonald 90s GIF

A produção está crescendo

A produção está em um dos fatores mais importantes para determinar se um país está bem ou mal economicamente. Com isso, a produção sempre fica em baixa quando a economia está mal e em alta quando ela está bem.

Nessa perspectiva, a produção ainda influencia em dois outros grandes fatores para a economia, o emprego e o investimento. Assim, o aumento desses três fatores aumenta e muito o Produto Interno Bruto (PIB) de um país.

Por isso, o aumento da produção é um dos sinais para a melhoria econômica.

Recorde de lucros corporativos

Conforme foi explicado nos tópicos acima, o consumo é uma das partes mais importante de uma recuperação de crise. Em vista disso, um recorde de lucros de um determinado setor mostra o quanto as pessoas estão consumindo e investindo.

Mas, o que é um lucro corporativo?

Ele é uma parte do lucro da empresa que é repassado para seus acionistas, o famoso dividendo. Diante disso, temos que o investimento cresceu, influenciando positivamente na economia.

Recuperação do varejo

Logicamente que não iríamos esquecer de uma base da economia e que está presente no dia a dia das pessoas, o varejo, que é o mercado em pequena escala, como supermercado por exemplo.

Em primeiro lugar, esse setor é o que sofre as primeiras consequências de uma crise. Conforme as pessoas vão ficando inseguras com o cenário econômico, elas vão deixando de consumir e começam a poupar.

Diante disso, essas pessoas geralmente consomem no varejo, quando eles param de comprar, o varejo sente na mesma hora.

Desta maneira, a recuperação do varejo é um ótimo sinal de que a economia voltou a andar, pois demostra que as pessoas voltaram a consumir

O desemprego pode estar em declínio.

Como foi dito anteriormente, a crise está totalmente atrelada a taxa de desemprego. Assim, acontece uma reação em cadeia, as pessoas desempregadas não produzem, consequentemente não tem salário, dessa forma não consomem.

Os empregos estão subindo

Um dos sinais de que a economia está crescendo é a formalização de empregos. Assim, após o período de recessão e de demissões em massa, as empresas começam a vender mais, com isso, necessitam de mais trabalhadores para atender a demanda.

Consequentemente, essas pessoas empregadas também poderão voltar a consumir, retornando o ciclo vicioso da economia, que faz com que ela cresça.

heidi montag job GIF by The Hills

O dólar fraco

Infelizmente esse fator não é presente no Brasil no momento. Em primeiro lugar, o dólar fraco pode favorecer os produtores americanos, mas como?

Com a moeda do seu país menos valorizada, as relações de exportação com os outros países é facilitada, visto que as mercadorias ficam mais baratas para quem está comprando, alavancando as vendas dos produtores americanos, país onde a crise de 2008 nasceu.

As previsões dos economistas

No mundo da economia, a expectativa é quase tão importante quanto a realidade do presente. Por isso que a previsão dos economistas é muito importante para o presente, pois é a partir dela que as pessoas decidem se vão poupar, consumir ou investir.

Dessa maneira, com a previsão positiva dos economistas para a ascensão econômica de maneira natural, ou seja, sem intervenção estatal, impulsiona as pessoas a investir e consumir, melhorando ainda mais a economia.

E você, o que achou dessa lista? Deixe nos comentários para a gente!!

Confira também nosso último post sobre “Laissez-Faire”, só clicar no botão abaixo!