A Rock Content é uma startup brasileira que está crescendo de maneira exponencial. Ela foi do 0 a 20 milhões de reais em receitas anuais em 4 anos. Dessa maneira, a empresa planeja um futuro muito promissor.

Em vista disso, a Rock Content adquiriu e fundiu com uma outra startup, a iClips. Juntamente com isso, outro projeto da empresa é a abertura de mercado na bolsa de valores.

O que é a Rock Content?

Essa empresa surgiu para ajudar outras a alavancar suas vendas através do marketing de conteúdo. Igualmente com os outros tipos de investimentos, esse se tornou essencial nas empresas.

O marketing de conteúdo tem com base engajar o público-alvo e captar novos clientes por meio da produção de conteúdo que envolve as pessoas com a empresa.

Através disso, a startup começou com uma rede bem limitada de clientes. Dessa forma, ela foi crescendo junto com a necessidade das empresas de utilizarem as redes sociais como uma plataforma de negócio.

Para saber mais sobre a empresa, clique aqui.

instagram GIF Rock Content

O objetivo da Fusão

Para expandir seu mercado, a Rock Content adquiriu a iClips. Antes de mais nada, essa startup tem como negócio um software de gestão de projetos para agências de marketing e publicidade. Ou seja, é a junção perfeita.

A iClips hoje conta com 50 funcionários e foi criada na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais. Conforme a aquisição ocorreu, essa equipe será transferida para a sede da Rock Content, na capital, Belo Horizonte.

Assim sendo, o objetivo da empresa em destaque é, além de manter e melhorar os produtos da iClips, é aumentar sua base de clientes. Para isso, as agências clientes da iClips também poderão utilizar os serviços da Rock Content.

Além disso, a nova empresa poderá ofertar para seus clientes um “novo” software, que oferece um sistema que fornece fluxo de trabalhos através da nuvem. Isso será um ótimo suporte para a Rock Content nesse projeto de expansão.

Esse projeto também tem como objetivo mais clientes no mercado internacional. Hoje, a empresa conta com aproximadamente 1.500 consumidores do seu produto fora do Brasil.

À primeira vista, apenas Argentina, Colômbia, México, Paraguai e Portugal utilizam dos serviços da startup. Definitivamente, essa fusão tem de tudo para ampliar essa rede de clientes, podendo ter clientes nos 7 continentes do mundo.

waynes world thumbs up GIF

Por outro lado, um dos projetos está voltado para a abertura de mercado na bolsa de valores, o famoso IPO, você sabe como funciona? A gente te explica!

A possível abertura de mercado da Rock Content

Antes de mais nada, é importante saber o que significa essa abertura de mercado. Uma empresa que realiza o IPO oferta uma parcela das suas ações na bolsa de valores.

Assim, os investidores terão oportunidade de adquirir partes dessa empresa.

Mas porque isso seria bom pra empresa?

Logo depois de vender essas ações, a empresa ganha um capital instantâneo muito bom que pode ser usado para diversas situações. Porém, a mais lógica seria para investimentos internos, visto que uma empresa quer sempre está crescendo.

stonks stonk GIF

Deu para perceber que realizar um IPO não é para qualquer um né?

Por isso, esse é um projeto ambicioso da Rock Content. Eles tem como objetivo realizar essa façanha no intervalo de 5 anos, o que é relativamente pouco tempo.

Nessa perspectiva, uma empresa que começou aos trancos e barrancos se encaminha para ser uma das maiores multinacionais do país. Outro fator que surpreende é o crescimento da empresa em um mercado tão novo.

E você, está ansioso como a gente para ver a Rock Content, uma empresa de origem brasileira, estar presente no mundo inteiro?

Deixe nos comentários o que você achou sobre essa startup ousada e promissora!

Veja também:

Novo Governo na Argentina: o que acontece agora?

Não só os economistas precisam da economia

Plano Real: o que você ainda não sabe