Você conhece análise fundamentalista? Então, antes de tudo, veja a imagem abaixo. É um gráfico do Ibovespa de 2009 a 2019. Vemos que, no longo prazo, o índice valorizou. Olhe onde está o primeiro candle (esses tracinhos) e onde está o último.

É por conta dessa valorização no longo prazo que os investidores defendem que ações é um tipo de investimento de longo prazo.

Só que você não precisa investir na bolsa inteira. Você pode montar uma carteira com algumas empresas selecionados. Aí entra a análise fundamentalista, para que você faça as melhores escolhas.

Fonte: Infomoney

Se você ainda não investe, veja 5 passos para começar a investir, clicando aqui.

O que é análise fundamentalista?

Bem, a análise fundamentalista, como o próprio nome diz, analisa os fundamentos. Ou seja, os fatos, estudar o que sustenta uma empresa. Dessa forma, é estudado a empresa como um todo. Desde sua estrutura, ao setor, aos projetos, ao financeiro, etc.

Essa análise deve ser assim, detalhada, porque ela te dá possíveis respostas sobre o futuro da empresa. Então, tomar a decisão de compra, significa que você acredita no crescimento dessa organização.

É como a história da empresa familiar, em que os donos continuam com a empresa, porque acreditam nela.

fundamentalista

Com isso, a análise fundamentalista se diferencia da técnica, porque esta última analisa essencialmente os gráficos.

A visão é de curtíssimo prazo, podendo a compra e venda acontecer em poucos minutos. A intenção não é exatamente se tornar sócio da empresa, mas lucrar com a diferença de preço das operações.

Como começar a análise

Bem, existem vários pontos a serem considerados e podemos dividi-los de duas formas: análise qualitativa e quantitativa.

Quando falamos de quantitativa, estamos nos deparando com números, então, as questões financeiras. Já na qualitativa, as questões econômicas, digamos.

E já te adianto que esses dados não são difíceis de achar, como você pode acabar pensando. Eles são encontrados na Relação com Investidores de cada empresa.

Ou seja, se o Boletim estivesse mesmo na bolsa de valores, era só buscar por “RI Boletim Econômico”. E se quiser facilitar ainda mais, existe a opção de cadastrar seu e-mail e sempre estar recebendo as novidades da empresa.

fundamentalista

Qualitativa

Para começar é preciso ir pelo essencial: a empresa.

O que ela faz, quais seus produtos, qual seu impacto no setor que atua… Por isso, estude também o setor, porque cada setor pode representar volatilidades diferentes no mercado, representando o risco não sistêmico, quer dizer, risco específico de algo (do setor, nesse caso).

Pronto, agora você entende a empresa como um todo. Ou seja, você sabe que não investirá por pura especulação, mas em algo que conheça, é preciso ver os detalhes. Isso porque os detalhes são os principais agentes dos lucros futuros.

fundamentalista

Melhor dizendo, é preciso ler sobre os novos projetos da empresa. Ela pretende adquirir outra empresa? Pretende abrir uma filial em outro local? Esses projetos são positivos? Por quê? Se você fosse CEO dessa empresa, acreditaria que tudo isso geraria valor?

E, assim, respondidas essas perguntas, você partirá para outro ponto: qual a situação financeira? Essa empresa tem capacidade de arcar com ela hoje e com esses projetos?

Quantitativa

Agora é hora do financeiro. E nada melhor do que começar com o Balanço Patrimonial, a DRE e o fluxo de caixa.

Bem, com o balanço patrimonial você terá acesso ao ativo, ou seja, os bens e direitos da empresa. Digo as posses que ela possui, como terrenos e máquinas e os ativos financeiros, como o caixa.

Além disso, terá o passivo, te dando acesso às obrigações da empresa, basicamente, suas dívidas.

Agora, com a DRE, a Demonstração de Resultado do Exercício, você poderá avaliar se a empresa está dando lucro suficiente para pagar seus custos e despesas.

E quanto ao fluxo de caixa, quanto a empresa realmente tem de caixa, e, assim, se ela seria capaz de arcar com todas suas dívidas se elas vencessem neste momento.

Isso é importante, porque uma empresa pode até dar lucro hoje, mas pode ser que futuramente ela passe a dar prejuízo por não ter condição de arcar com os compromissos.

fundamentalista

Por fim, feita as análises, podemos avançar muito para a decisão. Pois já se sabe toda a questão operacional da empresa e o que isso representa.

Tem a resposta se ela tem perspectiva para crescer e se tem estrutura para isso. E, ai, para quase finalizar, temos indicadores, para facilitar ainda mais a decisão.

Indicadores fundamentalistas

Antes, que fique claro que para montar sua carteira de longo prazo, é essencial fazer a análise fundamentalista. Mas existem esses indicadores (ou múltiplos) fundamentalistas que ajudam nessa decisão. Alguns exemplos são:

Dividend Yield, que é a divisão do dividendo pago por ação. Lembrando que dividendo é uma parte do lucro divida pelos acionistas. E quanto maior esse índice, melhor.

EBITDA ou LAJIDA, digo, Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização.

Melhor LAJIDA mesmo, né? Mas enfim, a ideia deste índice é representar a capacidade de gerar lucro da parte operacional, ou seja, o lucro, descontando tudo o que não é exatamente parte da operação.

P/L (mas fala PL mesmo) é o preço dividido pelo lucro. Esse é talvez o índice mais tradicional, e indica quanto o investidor pagaria pelo lucro obtido pela empresa.

Pensa só: a soma de todas as ações negociadas é 300 mil e o lucro foi de 100 mil, então o P/L é 3. É talvez como pagar 3 reais para ter 1 real… entendeu?

experimenting black panther GIF

Se quiser ver os índices da empresa que deseja, clique aqui.

Valor intrínseco e decisão

Por fim: o valor intrínseco. Este é como o “valor real” da ação. E, apesar de ser um valor subjetivo, sim, felizmente (!!!) existe uma fórmula, feita por Benjamin Graham (mentor de Warren Buffet). E a fórmula é esta:

VI= √ (22,5 x LPA x VPA)

Sendo:

  • VI: Valor intrínseco;
  • LPA: Lucro por ação;
  • VPA: Valor patrimonial da ação.

Este valor te dará um norte sobre “quando comprar”. Porque imagine que as falsas ações do BE custem 20 reais, mas o seu VI seja 25 reais. Então, opa, parece que as ações estão valendo menos do que deveriam (chance de lucro no longo prazo).

happy girl GIF by Children's Miracle Network Hospitals

Sendo assim, depois de todo esse caminho, você poderá a analisar melhor suas decisões de compra e venda. Elas serão fundamentadas e podem te dar grandes retornos. Aliás o Warren Buffet ficou bilionário fazendo isso 😉

E se você viu aqui qualquer palavra desconhecida e ficou confuso sobre ela, indico ler nosso “mini dicionário” com as palavras que todo investidor deve conhecer. Para saber mais, clique nos links abaixo.

• Parte 1

• Parte 2