A primeira rede social surgiu durante a década de 90, com o objetivo de conectar estudantes de faculdade na América do Norte. Hoje, as redes sociais são um fenômeno marcante da nossa geração.

Por isso, decidimos te falar sobre as dez maiores e mais utilizadas no mundo.

Atualmente, com o poder de conectar pessoas do mundo todo, as mídias já contam com mais de 3,5 bilhões de pessoas cadastradas em, pelo menos, uma rede social.

Embora sejam em formato de blogs, fóruns, redes de negócios, plataformas de compartilhamento de fotos ou aplicativos de bate-papo, as redes sociais mudaram a nossa forma de enxergar a realidade.

Assim, em 2019, a taxa global de conexão social atingiu 45%, com o leste da Ásia e a América do Norte tendo a maior taxa de acessos em 70%, seguido pela Europa com 67%.

Com o acesso à internet cada vez mais democrático, o crescimento dessas redes tornam-se maiores, não só em número de usuários, mas também em horas navegadas por dia.

Além disso, os usuários globais da internet gastam, em média, 136 minutos por dia navegando nas redes sociais.

Por outro lado, o uso correto das mídias é uma importante ferramenta em favor dos empreendedores, que buscam expandir os seus negócios através do marketing digital.

10 maiores redes sociais do mundo

whatsapp

Facebook:

Em primeiro lugar, está a rede social criada por Mark Zuckerberg, com cerca de 2,5 bilhões de usuários ativos mensais, segundo a empresa. Atualmente, a empresa tem um valor de mercado estimado em US$ 39,85 bilhões.

Youtube:

A plataforma de vídeos online conta com mais de 2 bilhões de usuários mensais, que consomem 250 milhões de horas de conteúdo por dia. A receita de publicidade do Youtube ultrapassou US$ 15 bilhões.

WhatsApp:

Logo após, conhecido pela sua praticidade e capacidade de atrair público de todas as idades, o WhatsApp é o maior aplicativo de mensagem do mundo. Hoje ele conta com mais de 2 bilhões de usuários.

Em 2014, o Facebook comprou o WhatsApp por US$ 19 bilhões, tornando-o parte do grupo controlado por Mark Zuckerberg, junto com o Facebook, Messenger e Instagram.

redes sociais

Facebook Messenger:

Ainda, vinculado do Facebook, o aplicativo de mensagem vinculado ao Facebook, possui aproximadamente 1,3 bilhão de usuários mensais. Segundo a Forbes, o patrimônio do CEO do Facebook chegou perto dos US$ 82 bilhões.

WeChat:

Pertencente a Tencent – uma das maiores empresas de tecnologia da China – o WeChat é considerado o WhatsApp asiático. Portanto, devido às restrições chinesas às redes socais estrangeiras, o WeChat conta com 1,151 bilhão de usuários.

Instagram:

Anteriormente comprada em 2012 pelo Facebook por US$ 1 bilhão, o Instagram é a rede social que mais cresce no mundo, contando com mais de 1 bilhão de usuários.

Contudo, a Bloomberg avalia que o valor de mercado do aplicativo cresceu cerca de cem vezes mais desde a sua compra, chegando a valer US$ 100 bilhões.

Ainda mais, a plataforma de compartilhamento de fotos possui também um público fiel, mantendo uma média diária de 1,5 bilhões de curtidas, além de chamar atenção de marcas devido o potencial publicitário.

TikTok:

A nova febre do momento, o app controlado pela chinesa ByteDance TikTok oferta vídeos para celular em formato curto, cada vez mais aderido por influenciadores digitais.

Dessa forma, com o progressivo crescimento de usuários, a plataforma possui 1 bilhão de acessos mensais. Juntamente com os downloads que também aumentaram 700% entre setembro de 2019 e março de 2020.

O Financial Times calculou o valor de mercado da companhia em US$ 100 bilhões.

tiktok

QQ ou Tencent QQ:

Da mesma forma que o WeChat, QQ é uma rede social chinesa criada em 1999, sendo a pioneira no ramo. Bem como o WeChat, forma os principais aplicativos de mensagem do país, possuindo 731 milhões de usuários.

Qzone:

Igualmente chinesa, a Qzone, aplicativo mais próximo ao Facebook, foi criada em 2005 pela Tencent, oferecendo diversas funcionalidades, permitindo aos usuários compartilhar fotos, escrever blogs, escutar músicas, etc.

Além disso, o app conta com um formato de pagamentos online, por meio de sua moeda digital “Diamond Canary”. A plataforma digital conta com 517 milhões de usuários.

Sina Weibo:

Do mesmo modo, falando sobre China, O Sina Weibo foi criado em 2009 com o objetivo de ser o Twitter chinês, seguindo o modelo de microblogs, onde o usuário pode usar até 2 mil palavras. No entanto, o aplicativo possui proximamente 500 milhões usuários.

Twitter:

Do mesmo modo, mesmo fora do top 10 das redes sociais, o Twitter ainda é o todo queridinho no Brasil. Por isso, não poderia ficar de fora dessa lista.

Tendo o formato de compartilhamento de pequenos textos o aplicativo é uma boa opção pra quem quer ficar sabendo de tudo em primeira mão. Hoje, o Twitter conta com 340 milhões de usuários em todo mundo.

📲 O Boletim Econômico é uma iniciativa de estudantes para estudantes. Gostou do post? Compartilhe com seus amigos e siga-nos nas redes sociais!