Como a Parada LGBTQIA+ movimenta a economia?

Você já deve ter escutado falar ou até mesmo participado da Parada em questão. Mas se você não souber do que se trata, vou te explicar brevemente ao longo do texto.

Bom, para te dar uma breve resumida é um movimento que luta pela igualdade social, da comunidade LGBTQIA+.

Porém você deve estar se perguntando, qual a relação da Parada com a nossa economia?

Continua aqui comigo, que eu te explico tudinho!

QUANDO FOI A PRIMEIRA PARADA LGBTQIA+ NO BRASIL?

Esse movimento teve início oficialmente em junho de 1997, na cidade de São Paulo. Sempre com muita cor, música, expressão e beleza, mas, sobretudo, com uma pegada política muito forte.

Dessa maneira a intenção do evento era unir a diversidade e lutar pelo respeito e o orgulho de ser quem você verdadeiramente é.

Se interessou um pouco mais sobre o movimento e suas origens? Clique aqui e aprofunde no assunto.

Amor é Amor Gay GIF

COMO OCORREU A PARADA EM TEMPOS DE PANDEMIA?

A princípio, a Parada do Orgulho LGBTQIA+ de São Paulo foi realizada no mês de junho de maneira virtual. Já pelo segundo ano seguido, devido a pandemia da covid-19.

Os shows foram transferidos de cima do trio para a internet, e foram compostos  por debates e pautas de extrema relevância. Em 2021, o tema central foi HIV e Aids.

Dessa maneira, o tema foi escolhido para lembrar dos 40 anos dos primeiros casos de Aids no Brasil. Até hoje, infelizmente, quem tem a doença ou é portador do vírus luta contra o preconceito.

Do mesmo modo, a Parada desse ano e do ano passado que ocorreram de maneira remota, foram uma mistura de conversa séria e festa. Sendo assim, continua fazendo da Parada de São Paulo uma das maiores do mundo. A transmissão ocorreu em mais de 12 canais da plataforma Youtube.

QUAL A IMPORTÂNCIA DO MOVIMENTO ECONOMICAMENTE?

À primeira vista, o público dessa comunidade representa uma parcela de vários gêneros da sociedade. Sendo assim, são grupos cada vez mais ativos na sociedade. Seus interesses e gostos são expressos em diversos campos econômicos. Como por exemplo no lazer e no turismo.

O movimento em São Paulo é o maior do Brasil. Dessa forma, o evento reúne pessoas com interesses e objetivos comuns. Assim movimenta consequentemente a rede de serviços turísticos.

Os campos do turismo e eventos são planejados e organizados para reunir pessoas com interesses comuns, visando uma maior dinâmica e união desses setores.

As estratégias de marketing turístico são essenciais. Já que promovem produtos e serviços, projetam a imagem dos destinos, contribuem para o fortalecimento da identidade e do desenvolvimento econômico local.

Sendo assim, a Parada tem um importante papel cultural e social. Vêm se mostrando, assim, promotora do turismo. Nesse sentido, os organizadores de eventos precisam refletir sobre a sua rede. É preciso conhecer o tipo de público que se pretende alcançar.  

A realização de eventos grandes, como a Parada, constitui uma das principais formas de lucro do mercado turístico.

Parada gay começou nos EUA há mais de 40 anos | Wiki | LGBT+ ? Amino

QUANTO A PARADA GERA PARA O SETOR ECONÔMICO?

A princípio, a Parada proporciona o encontro de informações, conhecimentos e aprendizado sobre determinada região ou localidade.

O turismo durante o Movimento, atende às exigências de mercado também quanto ao entretenimento, ao lazer e ao descanso. São mais que um acontecimento de sucesso, uma festa, uma atividade de relações públicas ou estratégia de marketing. É a soma de esforços e ações planejadas com o objetivo de alcançar resultados definidos junto ao seu público-alvo.

Então o turismo de eventos é, portanto, eficiente meio de: difusão de novas perspectivas sociais, criatividade, promoção de sentimento de liberdade pelos novos contatos culturais, e profissionais.

Em vista disso, as estratégias de marketing aproximam fornecedores de produtos e serviços dos clientes, fortalecendo a fidelização de consumidores ou proporcionando a conquista de novos. A ambientação da Parada juntamente com as atrações e shows artístico-cultural potencializa a atratividade e proporciona vivências das tradições e belezas do local.

A Parada LGBT movimentou R$ 403 milhões na economia da cidade de São Paulo.

Sendo assim, o evento já reuniu um público estimado em três milhões de pessoas na Avenida Paulista.

O impacto econômico considera os gastos dos turistas na cidade e moradores da capital e grande São Paulo que estiveram no evento. Além disso, cresceu o número de visitantes que vieram para a cidade apenas para a Parada.

Então, segundo a prefeitura, a edição de 2019 registrou aumento de 78% no número de visitantes em relação a 2017, último ano do estudo.

E ai? O que achou da relação entre a Parada e o seu rendimento econômico? Comenta aqui em baixo sua opinião, para discutirmos a respeito.

Espero que você tenha gostado do conteúdo e te encontro no próximo texto. 🙂

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

Quais os melhores Estados para empreender no Brasil?

Próximo

O que está por trás da queda do dólar, no Brasil?