A história da humanidade está marcada por grandes inovações. Depois de três revoluções industriais e da criação da internet, a bola da vez é a inteligência artificial (IA). Esta, já está bem presente no nosso dia a dia e as pessoas não percebem.

Quem nunca pediu a “Siri” para fazer uma ligação no celular, sendo que poderia manualmente fazer isso? Dessa forma, através da IA, essa função é feita de maneira mais rápida e menos trabalhosa.

Do mesmo modo, é exatamente esse caminho que o mercado financeiro está tomando. Para ser bem-sucedido nesse meio, é necessário analisar diversas variáveis,  e a tendência é deixar que essa função seja feita pelas máquinas.

happy robot GIF IA

Veja também: O impacto econômico do Coronavírus

O que é uma IA?

Antes de mais nada, é preciso explicar o que é uma inteligência artificial. Muitas pessoas têm a ideia de que IA são robôs que tem uma forma física e se comportam iguais humanos, como a Sophia, um robô que até dá entrevistas.

A princípio, uma IA é mais “simples” que isso. Ela é um programa que consegue analisar, prever, tomar decisões, entre outros.

As que estão mais perto das pessoas nos dias de hoje são as assistentes virtuais. Siri, Cortana, Google Assistente, entre outros. Todos esses tem a função de auxiliar a navegação das pessoas no programa que está sendo utilizado.

mr. d comedy GIF by CBC

Por outro lado, a função da IA no mercado financeiro é outra! 

Veja também: O legado econômico de Kobe Bryant

E no mercado financeiro?

Quando se trata de mercado financeiro, iremos da ênfase no mercado de ações. Acima de tudo, para não perder dinheiro nesse mercado, é necessário ter conhecimento sobre ele.

Para isso, entender sobre balanço patrimonial, micro e macroeconomia, e outros diversos fatores é essencial.

O problema é que  demanda muito tempo e gera medo por parte dos investidores, no caso, os que não fazem isso profissionalmente.

Para resolver essa questão, muitas vezes essas contratam uma empresa para realizar seus investimentos. Assim, entregam seu dinheiro na mão de pessoas que também estão sujeitas a errar e trazer prejuízos ao capital.

Por isso, essas empresas estão investindo em inteligência artificial. Segundo o Fórum Econômico Mundial, 64% dos executivos do serviço financeiro esperam adotar a tecnologia nos próximos 2 anos.

Mas por que o robô é melhor que o homem?

A resposta para essa pergunta é um pouco simples. O robô consegue analisar todos os dados importantes do mercado financeiro, reunir todos eles, tomar a decisão de investimento em segundos.

Infelizmente, o ser humano não tem essa capacidade. Do mesmo modo, essa tecnologia irá diminuir os custos de mão-de-obra das empresas, que esperam reduzir o número de empregos em 9% até 2030.

oh my god wow GIF by Salon Line

Veja também: Jovens desempregados na Europa.

Outras aplicações da IA no mercado financeiro.

Apesar de ser uma tecnologia inovadora, ninguém irá colocar seu dinheiro em algo que não seja seguro. Por isso, o principal uso dessa tecnologia será com Blockchain.

Esse é o mesmo sistema utilizado pelo mercado de criptomoedas, que é extremamente seguro, tanto que o crescimento desse investimento foi gigantesco nos últimos anos. Um dos fatores, e talvez o mais importante é a segurança.

De maneira bem sucinta, o Blockchain é uma espécie de banco de dados, porém, ele não está vinculado a uma organização. Ou seja, todas as pessoas tem acesso ao histórico de todas as transações das criptomoedas, por exemplo.

Outra “dor de cabeça” do mundo dos investimentos é o conjunto de regras, ou “compliance“. Dessa forma, a IA estará em conformidade com essas diretrizes, fazendo com que as operações financeiras sejam totalmente legais.

Apesar de existir pessoas maliciosas cometendo fraudes, as vezes, pela complexidade das normas, as pessoas cometem alguns “deslizes” no mercado financeiro. E isso é muito sério, visto que essa pessoa pode até ser presa.

E você, o que acha sobre o uso da IA no mercado financeiro? Deixe nos comentários sua opinião.

Quer saber mais sobre criptomoedas? Clique no botão abaixo e leia sobre tudo!