A Magazine Luiza, se tornou Magalu mesmo no ano de 1957, até que em 1991 a empresa inicia um novo ciclo com Luiza Trajano assumindo a liderança.

E, logo depois inova com o comércio eletrônico. Desde então, promove o crescimento da empresa sempre implementando novidades.

Quer dizer, a Magazine tem muitos motivos para ter crescido tanto assim. Pois sempre foi uma empresa que buscou crescer, até mesmo antes da tecnologia no Brasil.

Sendo assim, o BE elencou motivos para ela ser dona desse sucesso, para que você saiba como ficar de olho na próxima Magalu. 😉

Setor

Antes de tudo, é importante saber que a Magazine Luiza é uma varejista. Assim como supermercado, farmácias e afins, ela vende produtos diretamente para o consumidor final. Esse setor representa mais ou menos 47,5% do PIB (é muita coisa, viu?). Sendo assim, esse é um setor bacana e com boas chances de crescimento.

Tecnologia

A Magalu sempre viu na tecnologia uma chance de crescer, antes mesmo do próprio Brasil, porque foi uma pioneira em lojas virtuais.

É esquisito, mas o funcionário apresentava os produtos por fita cassete 🤷‍♂️, então, “virtual”. Mas, foi assim que queridinha conseguiu ter mais presença no país e atender a demandas que não eram supridas pelo mercado.

Após , enquanto o mundo vivia a triste bolha da internet, a Magalu contrariou e lançou o site “magazineluiza.com.br”. E, logo ano depois, lança o seu cartão em parceria do banco Itaú, o Luizacredi.

Além disso, a empresa também conta com o LuizaLabs, o laboratório de inovação. Enquanto isso tem outras empresas que insistem em um locutor na porta de loja.

Mas então, o laboratório foi crucial para o crescimento do e-commerce da Magazine, já que de 2016 para 2017 o comércio virtual cresceu em 55%.

E isso também mostra a eficácia da preocupação da empresa com tecnologia e como isso ajudou no crescimento dela. Aliás, sabia que a Lu já tem aproximadamente 20 anos?

Lu Magalu Sticker by Magazine Luiza for iOS & Android | GIPHY

Omnichannel da Magalu

Estranho, esse nome, né? Mas essa é uma estratégia que ajudou muito a Magalu aumentar as vendas: houve um crescimento de 241% entre 2015 e 2018 (imagina até hoje?).

O termo vem de omni, que, do latim, dá ideia de “tudo” e channel, “canal”. Sendo assim, “todos os canais”.

Dessa forma, o omnichannel permite que o cliente possa ter acesso a empresa de forma online e offline. Então tecnicamente a empresa funciona 24 horas por dia, 7 dias da semana. Assim, melhora a experiência do cliente e auxilia no crescimento das vendas.

Agora, enchendo mais um pouco a bola da Magalu, ela acabou sendo tão eficaz nisso quanto, até mesmo, empresas focadas em vendas online.

Fessy Omg GIF by The Challenge

 

Aquisições da magalu

Uma empresa que adquire outras empresas, adquire, também, os seus clientes. Mas não só isso, como também os softwares, administrativos e afins.

Isso é o que a Magalu vive fazendo, além de startups, podemos citar a aquisição mais famosa. Ela foi a compra da Netshoes, em 2019, que trouxe de presente a Zattini e outras marcas.

Com isso, além dos lucros da própria Lu, agora ela soma os lucros dessas outras empresas. E já está de olho em projetos futuros.

looking miss honey GIF

Missão, Visão e Valores

Engana-se quem acha que esse trio não é importante. Uma empresa bem estruturada e que se dedica tanto para os funcionários quanto aos clientes, participa da Nova Economia. Pois, de acordo com a Magalu, “O cliente só será feliz se o colaborador estiver feliz”.

Por essas e outras, a Magazine foi a primeira varejista do mundo a receber o prêmio de “Great Place to Work”, ou, “Ótimo lugar para trabalhar” (isso dá até vontade de mandar currículo, nossa.).

Além disso, ela tem nota 8.3/10 no Reclame Aqui até o momento. Sendo assim, esse combo, além de ser simplesmente positivo, também colabora para o bom funcionamento da empresa.

Quer dizer, os colaboradores trabalham com orgulho e dedicação para o bom funcionamento da organização. E os clientes se mantêm fiéis, contribuindo para o crescimento constante.

Uma nova Magalu?

Caso você tenha tido a ideia de que tudo o que leu é apenas “curiosidade”, digo que não é só isso apenas. Isso porque esse é um resumo de um estudo de caso feito sobre a Magazine Luiza. O único “porém” é que foi feito depois do boom.

Melhor, a empresa nunca escondeu essas informações, acontece que pouquíssimas pessoas tiveram curiosidade de buscar sobre. Talvez se tivessem buscado antes…

E, de fato, as ações da Magalu cresceram de forma assustadora. Mas isso também pode ter sido apenas um reflexo da divulgação do lucro que, no primeiro trimestre de 2018 cresceu 152% em relação 2017.

Contudo, o ponto é que esse crescimento poderia ter sido, de certa forma, medido, visto toda essa trajetória da Magalu.

Sendo assim, realmente, ainda não sabemos qual é a “nova Magalu” (se soubéssemos ela já estaria custando caro). Contudo, podemos buscá-la, e, por isso, existe a análise fundamentalista.

Leia mais sobre Ações e como fazer uma análise fundamentalista no botão abaixo.

Então, quer comprar uma ação para ganhar um bom dinheiro no futuro? A dica é:

Pesquise meexmo! Leia sobre a situação financeira, os planejamentos da empresa, sua estrutura, o que ela está fazendo para se tornar uma empresa melhor e, por fim, o setor. Outra dica é buscar a “relações com investidores” da empresa que tem interesse (só jogar no google para vê-las).

google GIF

Boa sorte e bons rendimentos! Compartilhe esse texto com seus amigos investidores!