Você sabia que é muito difícil o dono da empresa decidir seu próprio salário? Muitos ficam com receio de fazer a retirada por pensarem que é melhor reinvestir no negócio.

Porém, é muito importante separar um valor mensal fixo e não retirar de pouquinho em pouquinho ao longo do mês.

Ficou curioso de como pode fazer isso? Continue com a gente.

Salário

Como definir seu próprio salário?

Também chamado de pró-labore, o salário do dono e dos sócios devem ser planejados com calma e de forma transparente a todos os envolvidos.

Contudo, quando o empresário decide não ter o próprio salário e pegar pequenas quantidades quando precisa, não tem noção de quanto realmente gasta. Essa ação pode prejudicar a empresa, por isso é importante ter tudo documentado.

Primeiramente, é importante separar as despesas pessoais das profissionais. Consequentemente o dinheiro também será separado. Isso é importante para os dois lados serem saudáveis. Tanto a empresa quanto a vida privada.

Assim, o próximo passo é calcular o faturamento do negócio. Caso seja possível, comece definindo um ou dois salários mínimos. Porém, outros empresários calculam todas as despesas da casa e definem o pró-labore com base nos seus gastos pessoais.

Uma dica para isso é listar todos os gastos pessoais do mês e adicionar uma quantia extra para investimento e/ou emergência caso alguma situação inesperada aconteça.

À medida que o negócio crescer e começar a dar mais lucro, as retiradas podem ser maiores sem comprometer a saúde da empresa.

Caso ainda haja dúvidas e inseguranças, é interessante conversar com outros empreendedores e profissionais da área sobre seus salários. Assim terá uma média, ou seja, um direcionamento de quanto pode ser seu pró-labore.

Outra coisa muito importante do pró-labore é que ele deve ser considerado um custo fixo mensal.

É precificação do seu produto ou serviço, isto é, o dono ou sócio está recebendo um valor em troca dos seus trabalhos em prol da empresa. Dessa forma, caso um sócio não trabalhe na empresa e só investe dinheiro, não tem direito ao salário (pró-labore) apenas aos lucros.

bugs bunny money GIF by Looney Tunes

Como o Brasil ganhou 500 bi com a crise?

Informações Importantes

Segue abaixo algumas informações importantes que você deve levar em consideração na hora de decidir seu salário.

Imposto em dia

Antes de mais nada, é muito importante a empresa manter em dia os impostos. As empresas em débito ou atraso com o INSS ou o FGTS não podem distribuir oficialmente pró-labore ou lucro aos sócios. Antes de pensar nos lucros e no salário é bom colocar tudo em ordem.

Tudo documentado

Além disso, é importante registrar todos os valores e regras para as retiradas no contrato social da empresa. Assim evita confusões entre os sócios.

Salário de mercado

É interessante, além das outras dicas, ficar de olho no salário de mercado. Dessa maneira, os especialistas aconselham tomar como base os salários médios pagos aos profissionais que têm a mesma função que o empresário desempenha diariamente à frente do negócio.

animation domination fox GIF

Congresso dos EUA barra acordos com Brasil

Salário X Lucro

É preciso lembrar que sobre o pró-labore (salário) incidem INSS e Imposto de Renda, o que não acontece com o lucro, que é tributado na fonte.

Então, é mais vantajoso estabelecer um pró-labore baixo e declarar a maior parte da retirada como lucro. Porém, se a empresa reparte altos valores de lucros regularmente entre os sócios e cada um tem oficialmente um pró-labore baixo, a Receita Federal entenderá essas transações como fraude, isto é, tentativa de enganar o Governo.

Contudo, tal atitude pode resultar em multa e muita dor de cabeça.

Investimentos

Muitas vezes a empresa tem um lucro maior que o esperado. Assim, alguns empresários usam esse valor extra para investir no próprio negócio em vez de aumentar seu salário. Essa ação, quanto tomada sabiamente, diminui os gastos da empresa e ajuda a mantê-la saudável e estável.

Conheça as 10 maiores empresas brasileiras, clicando aqui.

O Boletim Econômico é uma iniciativa de estudantes para estudantes. Se gostou do post, compartilhe com seus amigos para nos dar uma força.