Como vinho, arte e diamantes desafiam as leis da economia?

Existe uma “lei” que justifica muita coisa: toda regra tem sua exceção. Na economia, em que já existem poucas leis, a exceção está super presente. Sabe a Lei da Demanda?

Então, você verá que, aparentemente, ela perfeita… até que se descobre que ela é incapaz de abranger todas as situações.

Ficou curioso? Acompanhe! ?

oh my god wow GIF  desafiam as leis da economia

A Lei da Demanda

A lei da demanda pode ser representada por uma curva, que relaciona o preço com a quantidade, e essa curva é negativamente inclinada. Olha só o porquê:

Vamos supor aquela Black Friday: méqui oferece 2 hambúrgueres por 10 reais… Burger king oferece 2 por 5.

Puts, qualquer um dos dois você está hiper satisfeito. Mas qual o sentido de gastar 10 reais, já que pode gastar 5 reais e comer bem também?

Pois é. Se tanto faz um ou outro, porque gastar 10 reais, se você pode gastar 5?

Ou seja, quanto menor o preço, maior a quantidade demandada. Afinal, eu posso achar que vale a pena gastar 10 reais e comprar 4 hambúrgueres do Burger King…

burger lol GIF by Robbie Cobb  desafiam as leis da economia

Ao mesmo tempo que, quanto maior o preço, menos quantidade será demandada. Caso você esteja com vontade apenas de comer méqui e acha que não vale a pena gastar mais de 10 reais para lanchar, então vai demandar 2 quantidades mesmo.

Olha só, considerando que a promoção no Mc Donalds é 2 por 10 e, no Burger King, 2 por 5… Então a unidade no méqui sai a 5 reais e na outra franquia por por 2,50. Se você gosta de comer nos dois lugares e o hambúrguer custa 5 reais, você demanda 2 hambúrgueres, mas, se custa 2,50, você demanda 4 hambúrgueres (tcharaaam).

 desafiam as leis da economia

• Veja também: Quem se beneficia com uma recessão econômica

A exceção: bem de Veblen

Bem, parece óbvio pensar que quanto mais barato for algo, maior será o interesse em compra-lo (afinal, aqui a gente gosta de fazer sobrar dinheiro, né?). Mas e quando você se depara com algo único e inigualável?

Oh, imagina a situação da Black Friday: os clientes são escassos, não são infinitos. Ou seja, o McDonalds e Burger King estão jogando o preço lá em baixo para competirem por você (olha que especial).

Neste caso, não é muito diferente… suponhamos um leilão do quadro Guernica. Só existe uma peça dessa e ela é extremamente valiosa. O quadro não precisa convencer os compradores de quererem ele, as pessoas do leilão querem e pronto.

pablo picasso illustration GIF by Sam Taylor  desafiam as leis da economia

• Veja também: E-books gratuitos de economia para você estudar na Amazon

Então, como o caso de um filho mimado, os compradores pagarão qualquer preço pelo quadro. E, bem, você conhece um leilão, né? Ganha quem pagar mais caro.

Dessa forma, as pessoas estarão demandando 1 único bem por um preço altíssimo. E, ai, pensa se Pablo Picasso tivesse feito 100 quadros de Guernica… as pessoas não se interessaria tanto por eles, porque “outras 99 podem ter”, e pagariam menos por ele.

Então, considere “quantidade demandada” no gráfico como “desejo em demandar”. Assim, podemos pensar que quanto mais caro, maior o desejo de possuir aquele bem. Dessa forma, a curva de demanda será positivamente inclinada.

Bem de Veblen x Bem de Giffen

O bem de Giffen lembra bem essa ideia do Veblen. A questão levantada por Veblen, economista que destacou essa informação, é a valorização do luxo. Enquanto isso, bens de Giffen são menos valiosos, e é levado em conta outra situação.

Para isso, vou te contar o caso clássico que iluminou o economista que percebeu essa exceção.

Aconteceu o seguinte: na Irlanda, por volta de 1850, as pessoas consumiam MUITA batata… como se a franquia do méqui não tivesse quarteirão e a cada quarteirão tivesse uma franquia de batata.

bury over it GIF by Michelle Porucznik

Mas, infelizmente, surgiu uma doença nas produções de batatas, que diminui a quantidade de batata boa para o consumo. E, aí, aquele caso… se as empresas tem menos produtos para ofertar, o preço pode aumentar…

Dito e feito, a batata ficou mais cara.

Mas a população precisava de batata! Então não teve escolha… mesmo que mais cara, as pessoas estavam demandando, independente do preço.

É aquele mesmo caso… as pessoas que estavam competindo pelo produto, e não os produtores competindo pelos consumidores. Então não tinha outra escolha, senão pagar mais caro pela maior quantidade de batata possível.

Blow Your Mind Wow GIF by Product Hunt

E, se você achava que regras não nasceram para serem questionadas, a lei mais simples e didática da economia te deu dois questionamentos hoje.

E, se quiser abraçar a ideia, aproveito para desejar bons estudos e bons investimentos (hehe), para que você possa comprar bons vinhos e joias e não precise brigar por batata.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

Quem se beneficia com uma recessão econômica

Próximo

A China pode ser considerada um socialismo de mercado?