Escassez de cacau e economia: qual a relação?

Todos sabemos que os recursos naturais do planeta Terra não são infinitos. Fala-se muito do petróleo e água. Mas, existe uma que não é muito famosa, que é a escassez de cacau.

Com isso, nosso chocolatinho está em risco.

Quer saber mais e como isso tem a ver com economia? Vem comigo que eu te explico.

A escassez de cacau

Antes de mais nada, vamos entender os motivos da escassez de cacau no mundo. O cacau é utilizado como matéria-prima para a produção de chocolate.

Ele também é usado para outros fins, mas na maioria dos casos para a produção de chocolate. Dessa maneira, o cacau está escasso por causa de 3 fatores principais.

Ver a imagem de origem Escassez de cacau

1- Alta da demanda

A demanda por chocolate cresceu no mundo nos últimos anos. Por exemplo, nos anos de 2016 e 2017 o mundo demandou 7,45 mil toneladas de chocolate, e teve um aumento de 10% em relação com 5 últimos anos.

Tudo isso porque a demanda por esse produto cresceu muito na Índia e na China, sendo os dois os países mais populosos do mundo. Porém, o país que mais demanda esse produto ainda é os Estados Unidos.

Confira oito curiosidades sobre A Fantástica Fábrica de Chocolate!

2- A difícil produção de cacau

A alta demanda por cacau (chocolate) não seria um problema se ele não viesse acompanhado de outra informação, a dificuldade de produzir esse produto.

O cacau só consegue ser produzido em áreas mais tropicais, com pequenos períodos de seca. Assim, essas áreas estou situadas apenas nos lugares mais próximos da linha do equador, ou seja, uma pequena extensão do planeta.

Dessa maneira, quando a demanda cresce muito, não é possível fazer uma extensão da oferta proporcional.

3- Sensibilidade a mudanças climáticas

O nosso mundo está passando por mudanças climáticas, que é intensificada pela ação humana nela. Porém, o cacau é muito sensível à essas mudanças.

Assim, segundo a Universidade da Califórnia prevê que em algumas décadas as mudanças climáticas reduzirão muito as áreas de cultivo do cacau.

A escassez na economia

A escassez na economia é um conceito muito utilizado e um dos mais importantes. É ela um dos determinantes do valor de um produto, ou material. Dessa forma, ela determina por exemplo o alto valor do diamante, e o valor mais baixo do ferro, por exemplo.

Para quem gosta de minecraft, sabe a diferença entre encontrar esse dois produtos na natureza.

Logicamente a escassez não é nada se o produto não for demandado pelas pessoas. Ou seja, voltamos para a famosa lei da oferta e da demanda.

Se um produto for útil, demandado e escasso, é natural que as pessoas disputem por ele. Dessa forma, quando há essa disputa, quem leva o produto é quem paga mais por ele.

Voltando para o exemplo do cacau, quanto mais escasso ele ficar, e como ele é uma engrenagem de uma indústria bilionária, mais caro ele fica.

E a gente, além dos problemas de inflação que estamos enfrentando no país, estamos sentindo no bolso essa mudança de preço.

As reclamações do gosto de chocolate estar mudando também é alta, visto que muitas pessoas acham que o chocolate está mais “leitoso”.

O exemplo do vinho

Um dos exemplos mais legais para identificarmos o poder da escassez é o vinho. Desse modo, produz-se o vinho através de safras anuais, ou seja, cada marca tem a safra de 2010, 2011, até 2020, por exemplo.

Porém, quanto mais “velho” o vinho fica, ele geralmente fica mais gostoso, e mais procurado pelas pessoas. Dessa forma, só existe uma quantidade limitada de vinhos produzidas naquele ano, sendo impossível aumentar a oferta.

Ou seja, os vinhos de uma determinada safra são extremamente escassos, que fazem eles serem supervalorizados.

Eae, gostou do texto? Compartilhe com seus amigos.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

Os Tigres Asiáticos: o que são e como enriqueceram tanto?

Próximo

Por que o Bitcoin caiu tanto após declarações da China?