Prós e Contras da economia digital

Nos últimos anos, foi possível acompanhar o grande progresso tecnológico. Ou seja, vemos no nosso dia a dia as novas tecnologias digitais e a democratização da internet.

Em resumo, caracteriza-se a economia digital  pela participação de pessoas, empresas e organizações, todas conectadas de maneira eficiente à internet, nas redes sociais e plataformas econômicas.

No texto de hoje, vamos falar dos prós e contras da economia digital.

O que significa economia digital?

Como já dissemos antes, economia digital envolve pessoas, empresas e organizações conectados à internet.

A economia digital pode ser encarada como um termo que representa um “novo ambiente” composto de tecnologia da informação que influencia diretamente os negócios.

Em outras palavras, um conjunto de técnicas e recursos que foca no uso de ferramentas tecnológicas para incrementar a qualidade do trabalho realizado na empresa.

Ou seja, podendo envolver softwares de controle e gestão, comunicação de longo alcance, e-commerces, entre outras soluções que têm ganhado força nos últimos anos.

•Leia também: Três tendências para a economia digital

Vamos listar abaixo os prós e contras da economia digital.

PRÓS

Mais agilidade para os negócios

O primeiro fato que se nota com as novas tecnologias é é a forma e a velocidade com a qual as pessoas passam a interagir e trocar informações.

Uma mensagem que levaria semanas para ser entregue pode ser distribuída para diversas equipes ao redor do mundo em poucos segundos.

Além disso, a negociação e troca com outras empresas, fornecedores e clientes torna-se extremamente rápida.

Crescimento de novas mercadorias

Agora, com essas novas tecnologias, existe a possibilidade da venda por meio de e-commerces (sites que expõem produtos e serviços físicos).

Também é possível ver o crescimento exponencial dos infoprodutos, mercadorias sem forma física, mas que ainda possuem valor.

Um exemplo que vemos no nosso dia a dia é a venda de softwares, como jogos, filmes, editores de imagem e vídeo.

Não é mais necessário  adquirir uma mídia física como antigamente. Antes era necessária a compra desses produtos e serviços em CDs ou DVDs. Já hoje, o comprador faz o download diretamente em sua máquina.

Dessa forma, a empresa pode tanto adquirir quanto fornecer esse tipo de produto mais facilmente, expandindo o tipo de negócio ao qual ela tem acesso.

Prós e contras da economia digital

Leia também: Mercado de games: Entenda um dos mercados mais lucrativos

Aumento da relevância dos dados

Dados e estatísticas sempre foram importantes para as empresas, mesmo antes da tecnologia. Porém, hoje nós temos ferramentas tecnológicas capaz de expandir essas informações, podendo ser coletadas, por exemplo, automaticamente enquanto o usuário navega pelo seu site/e-commerce.

Em suma, facilita a análise e a empresa melhora sua capacidade de tomar decisões.

contras

Como nem tudo são flores, existe também alguns contras da economia digital. Confira alguns pontos abaixo:

Adaptação e inovação constantes

As evoluções tecnológicas mudam muito rápido e a economia digital devem acompanhar essa mudanças.

As empresas buscam estabilidade em sua estrutura, mas com essas novas ferramentas se modernizando numa velocidade alta, dificilmente é possível se apegar a uma mesma prática por muito tempo.

Inovação é uma das demandas primárias para seguir esse método. Em parte, isso pode ser um desafio para a organização do seu negócio. Ou seja, as constantes mudanças podem desnortear um pouco a equipe, o que sempre custa parte de sua produtividade.

Necessidade de mudanças estruturais

Para entrar nesse mundo digital, é necessário fazer um investimento grande, na maioria das vezes com custos bem significativos. Ferramentas, treinamento, aquisição de pessoal especializado são alguns dos requisitos nessa nova era.

Happy Money GIF by Banco Itaú

Em resumo, o BE é uma iniciativa de estudantes para estudantes. Por isso, se gostou do post, compartilhe com seus amigos e com seus familiares para que dessa forma possamos atingir mais pessoas.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

O que aprendemos na faculdade de Jornalismo?

Próximo

Tudo sobre Fordismo, Taylorismo e Toyotismo