Quem são os economistas mais importantes do Brasil?

A história do Brasil é bonita, grande e que contém diversos cenários econômicos diferentes. Dessa forma, vamos te mostrar os economistas mais importantes do Brasil.

Com isso, vamos listar os 7 mais votados de uma enquete do Valor Econômico.

Quer saber mais, continue lendo.

Qual o critério?

Antes de mais nada, é necessário falar que esses economistas foram selecionados através de uma enquete no jornal Valor Econômico. Dessa forma, ressalta-se que essa não é uma opinião do Boletim Econômico.

Vamos para os nomes?

7- Winston Fritsch

Primeiramente, Winston Fritsch é um economista brasileiro, graduado em Engenharia (eu sei, é estranho, mas é comum isso aqui) e tem phD em economia pela Universidade de Cambrigde.

Ele é um dos economistas mais importantes do Brasil pela sua participação no plano Real. No governo do Itamar Franco, ele era Secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda. 

Atualmente, ele é diretor executivo da Petra Energia.

6- Pedro Malan

Pedro Malan é mais um engenheiro na lista. Mas, ele é doutor em economia pela Universidade da Califórnia. Ele é reconhecido como um dos maiores economistas do Brasil pela sua ampla participação no poder público.

Dessa forma, ele foi negociador da dívida externa representando o Estado Brasileiro. Também é um dos formuladores do Plano Real, esse que tem muita importância para o país. E, por último, foi Ministro da Fazendo no governo Fernando Henrique Cardoso.

5- Marcelo Medeiros

Marcelo Medeiros é o primeiro da lista em que não tem nenhum diploma em economia. Todos os seus estudos voltam-se para a Engenharia Elétrica. Mas, ele está publicando artigos de economia em periódicos internacionais.

Para conseguir publicar nessas revistas, existe uma avaliação pesada de economistas muito importantes.

Em conclusão, Marcelo Medeiros é professor de economia na PUC-RJ.

4- Ricardo Paes de Barros

Mais um engenheiro na nossa lista. Ricardo Paes é mestre em Estatística e doutor economia pela Universidade de Chicago.

Assim, ele é o principal formulador do Bolsa-Família, o maior programa de transferência de renda da história do Brasil.

Para saber mais sobre o Bolsa-Família, clique aqui.

3- Eugênio Gudin

Seguindo a tradição, Eugênio Gudin formou-se em Engenharia pela UFRJ. Dessa forma, Gudin é autor de diversos livros, sendo um dos autores mais influentes da sua época.

Só para deixar claro, ele nasceu em 1886.

Do mesmo modo, Gudin representou o Brasil na Conferência de Bretton Woods, onde os países enviavam seus economistas mais importantes.

Para se ter uma ideia, o representante dos Estados Unidos era o Keynes.

2- Celso Furtado

Furtado é bacharel em Direito e doutor em economia pela Universidade Paris-Sorbonne. Desse modo, considera-se ele o maior economista desenvolvimentista da história do do Brasil.

Ainda mais, ele escreveu o “Formação Econômica do Brasil”, um clássico da economia. Por outro lado, contribuiu com o governo do JK e do João Goulart.

1- Mário Henrique Simonsen

E o Economista mais importante da lista vai para Simonsen. Formou-se em engenharia civil. Dessa forma, ele é ex-ministro da Fazenda, do Planejamento e ex-presidente do Banco Central.

Com isso, ele criou o EPGE-FGV, uma instituição de Ensino superior e Pós-Graduação vinculada a FGV. Dizem que, na primeira turma, Simonsen deu aula de todas as matérias. Juntamente com isso, ele foi um dos fundadores do banco Bozana Simonsen.

Do mesmo modo, ele tem um livro de Macroeconomia e sua tese de doutorado foi publicado por diversas editoras universitárias.

Mesmo com isso tudo, ele não era considerado um economista. Dessa forma, ele “obrigado-se” a fazer um curso de graduação em economia, quando já consagrado. A parte mais engraçada é que eles usavam o livro dele.

Eae, gostou do texto? Compartilhe com seus amigos.

Total
1
Shares
2 comentários
  1. Faltou tanta gente boa aí. Bresser Pereira; Pérsio Árida, Paul Singer; Gustavo Franco; Maria da Conceição Tavares, Roberto Campos…

    1. Anderson, concordo! Temos muitos economistas bons no Brasil, alguns deles já apareceram em outros posts nossos, como Pérsio e Maria da Conceição Tavares! Infelizmente o post nos limita a colocar apenas alguns. Mas tentamos sempre trazer esse tipo de informação e esses outros com certeza ainda aparecerão mais por aqui! Obrigada pelo feedback!

      Larissa — Editora-chefe do BE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anterior

5 boas razões para estudar economia

Próximo

As projeções da economia mundial para 2021