O Fundo Monetário Internacional (FMI) é uma agência especializada das Nações Unidas que foi concebida na conferência econômica de Bretton Woods.

Primeiramente, o fundo foi criado em 1944 e o seu principal objetivo era o de recuperar a economia internacional dos efeitos da Grande Depressão de 1929 e da Segunda Guerra Mundial.

Atualmente, a organização ainda funciona como um centro de cooperação financeira entre seus 189 países-membros.

Se interessou pelo assunto? Continue lendo para saber mais.

O que é o FMI?

Como o FMI surgiu?

Como resultados das duas grandes guerras e de uma depressão econômica que perdurou por 15 anos, a primeira metade do século XX foi caótica para a economia mundial.

Nesse cenário, as nações de todo o mundo cortavam relações comerciais na tentativa de salvarem as próprias economias. 

Diante disso, representantes de 45 países reuniram-se em Bretton Woods, nos Estados Unidos, para discutir medidas de controle da situação que se apresentava. Havia necessidade de reavaliar as políticas econômicas que levaram o mundo àquele cenário, bem como evitar o surgimento de novas crises.

Ainda mais, as reuniões promoveram acordos financeiros internacionais e a criação de instituições de apoio e fiscalização monetária, como o Banco Mundial e o próprio FMI. Foi ali, também, que se estabeleceu o dólar como moeda padrão para transações internacionais.

Para entender um pouco mais sobre o Bretton Woods, clique no botão abaixo!

Com isso, o Fundo Monetário Internacional surge a fim de proporcionar estabilidade econômica.

A missão do Fundo Monetário Internacional

De acordo com as Nações Unidas, o Fundo Monetário Internacional trabalha para promover a cooperação monetária global, garantir a estabilidade financeira, facilitar o comércio internacional, promover o alto nível de emprego e o crescimento econômico sustentável e reduzir a pobreza em todo o mundo.

Diante disso, os 189 países membros contribuem colocando à disposição do FMI uma parte de suas reservas internacionais.

Ainda mais, se necessário, o Fundo utiliza esses recursos para operações de empréstimo, visando ajudar países que enfrentam desequilíbrios de pagamentos. Os recursos são desembolsados mediante o cumprimento de requisitos estabelecidos em um programa negociado com a organização.

Leia mais sobre a maior crise do século XXI e como o FMI ajudou a resolvê-la clicando no botão abaixo.

Além disso, o FMI faz um acompanhamento periódico da política econômica de seus membros e a partir disso realiza recomendações.

O secretariado do Fundo elabora pesquisas, faz levantamentos estatísticos e apresenta previsões econômicas globais, regionais e por país. O Fundo também provê assistência técnica e treinamento na sua área de competência.

FMI: o que faz?

Em conclusão…

Por fim, conclui-se que o Fundo Monetário Internacional e de suma importância para controlar a economia internacional, principalmente ao tentar auxiliar países em crises.

Desse modo, o FMI realiza o seu trabalho a partir de três atividade:

  • Monitoramento: O FMI monitora as políticas econômicas dos países-membros a nível nacional, regional e global.
  • Assistência Financeira: O FMI possui uma reserva em dinheiro — um fundo — financiada por todos os seus países membros, cada país contribuindo com uma quota-parte. 
  • Capacitação: O FMI fornece assistência técnica e treinamento aos países-membros para auxiliar no seu desenvolvimento econômico. 

📚💸 O Boletim Econômico é uma iniciativa de estudantes para estudantes. Por isso, se gostou do post, compartilhe com seus amigos e deixe-nos saber!