No dia 11 de setembro de 2020, a Nubank anunciou a compra da plataforma de investimentos Easynvest. Segundo a própria empresa, o objetivo é a democratização dos investimentos, tornando-os mais fáceis.

Mas, como a Nubank pretende fazer isso?

Hoje, o Boletim Econômico irá te explicar tudo, é só continuar lendo.

Quem são Nubank e Easynvest?

Antes de mais nada, temos que entender sobre as empresas envolvidas nessa negociação. A Nubank é hoje o maior banco digital do mundo, com quase 30 milhões de clientes. Ela começou, em 2013, sendo apenas uma Start-up  que tinha como produto um cartão de crédito, totalmente digital e sem anuidade.

Logicamente, como o sistema bancário brasileiro é muito caro, o sucesso da Nubank foi muito alto, e com isso a empresa se tornou o que é hoje. Seus produtos também aumentaram, e hoje o banco oferece uma conta digital, débito, empréstimos, entre outros vários.

Por outro lado, a Easynvest é uma empresa criada em 1968. Dessa forma, em 1999, a empresa foi uma das primeiras do Brasil a oferecer o serviço de compra e venda de ações pela internet, para os mais íntimos, o famoso Home Broker. 

Hoje, a empresa conta com 1,5 milhão de clientes e é a líder em tesouro direto do país.

Stan Marsh America GIF by South Park nubank compra

• Veja também: Por que o prejuízo do Nubank aumentou 212% em 1 ano?

O porquê da compra?

Segundo o próprio banco, a Nubank surgiu para devolver às pessoas o controle da sua vida financeira. Dessa forma, os produtos da Nubank são, em geral, mais fáceis de se usar em relação aos bancos tradicionais.

Por exemplo, para abrir uma conta na Nubank é necessário abrir uma solicitação pelo aplicativo no celular, preencher um formulário e esperar a aprovação por eles. Assim, evita todo aquele transtorno de ir em uma agência, enfrentar fila, entre outros.

Então, essa é a filosofia da empresa, de entregar um produto mais fácil e mais acessível.

Do mesmo modo, a plataforma de investimentos Easynvest tem o objetivo de tornar o investimento mais autônomo e mais acessível. Com isso, a empresa é a maior corretora digital, que dá autonomia para os clientes fazerem investimento, do país.

Dessa maneira, as duas ideias casam muito, ambas querem tirar a complexidade e a baixa autonomia em que os bancos tradicionais oferecem.

share kiss GIF

• Veja também: Como escolher cursos de investimento e não cair em cilada?

O objetivo de compra da Nubank

A Nubank tem o objetivo de tornar o investimento mais acessível. Por mais que possa parecer que já é algo mais difundido, cerca de 1% das pessoas do Brasil investem em bolsa de valores, por exemplo.

Mas, apesar de ser um número relativamente pequeno, esse cresceu 79% desde dezembro do ano passado.

Assim, segundo a empresa, esse número é pequeno pois ainda é caro e complexo investir no Brasil. Por isso, existe esse bloqueio para pessoas de baixa renda investir. Quem aí nunca ouviu que investir é coisa de rico?

O banco quer, através da Easynvest, mudar esse cenário de investimento, torná-lo mais barato e menos complexo para os investidores com uma renda menor, como as duas empresas já fizeram no passado.

Lembrando que essa compra ainda tem que ser aprovada pelos órgãos responsáveis, o Banco Central e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica, ou CADE.

Pig Save GIF by Nubank

• Veja também: Reserva de Emergência: como estar preparado para crises? 

Como ficam as plataformas agora?

De momento, como a compra ainda está pendente e como garantiu o banco, nada irá mudar nas plataformas. Elas ainda funcionarão separadas, mesmo sendo a mesma empresa agora.

Porém, após a aprovação, o planejado é unir as duas plataformas, integrando na Easynvest cerca de 30 milhões de clientes da Nubank.

É uma forma de alavancar ainda mais pessoas e se tornar a maior corretora de investimentos do país. Hoje, esse título se encontra com a XP investimentos.

Eae, gostou do texto? Deixe nos comentários a sua opinião.