Quando entrei no Boletim Econômico, no início do meu segundo período da faculdade, o projeto ainda estava crescendo. A princípio, sonhávamos com uma equipe bem estruturada e unida.

Hoje, após quase 7 meses, muitas coisas mudaram para melhor. Hoje, o BE publica sua 100ª matéria. Por isso, viemos contar para você, nosso leitor, como o Boletim mudou nossas vidas. Da mesma forma, queremos lhe contar como o Boletim pretende mudar a sua.

O início da jornada do BE

O BE surgiu da ideia de alunos de Ciências Econômicas da PUC Minas em Belo Horizonte.

À primeira vista, eles entenderem que saber o básico da economia é algo muito importante para o dia a dia das pessoas, bem como perceberam que veicular informações de maneira simples e acessível é um dos obstáculos da área.

Por isso, decidiram criar a iniciativa. O propósito: levar informação sobre economia de maneira simplificada para estudantes e leigos.

Dessa forma, um jornal estudantil acessível surgiu, e hoje completa seu 100º post.

boletim

Nossos princípios e valores: conhecimento acima de tudo

Logo após fundar o Boletim Econômico, os diretores José Júnior e Álvaro estabeleceram uma regra acima de todas as outras: o BE precisa ser um lugar onde pessoas sem nenhum tipo de conhecimento sobre economia conseguem conquistá-lo.

Dessa forma, começaram a prezar pela disseminação da informação imparcial e séria, com linguagem para todos. Algum tempo depois, mais 4 pessoas foram adicionadas à equipe, 3 redatores e 1 social media.

Como resultado, surgiu a primeira versão do Boletim Econômico.

O que a equipe do BE pensa sobre o jornal?

Atualmente, o jornal econômico conta com 13 pessoas em sua equipe. No entanto, resolvemos pedir a opinião da equipe de formação sobre os impactos do BE em suas vidas. Diante disso, os 6 primeiros membros se expressaram acerca da iniciativa.

Direção

José Júnior (diretor):
Quando a ideia do Boletim Econômico surgiu, não imaginei que fosse se tornar o que é hoje, reconheço que isso é fruto de um trabalho em equipe Incrível. além disso, o BE me permitiu entender e analisar melhor os assuntos macro e microeconômicos abordados em sala de aula no mundo real.

Álvaro (diretor):
O BE me deu mais motivação para batalhar por meus objetivos, e me mostrou que com dedicação e conhecimento posso alcançar qualquer sonho.

Social Media

Otávio (gerente de social media):
Olha, nos últimos 6 meses, o Boletim mudou minha vida inteira. Me tornei um gestor com responsabilidades e trabalhos que eu nunca imaginei. Depois desses seis meses acho que o BE me fez uma pessoa melhor em relação às qualidades empresárias e de relações humanas. Mesmo sendo um trabalho recente, o BE me estimula cada vez mais estudar sobre minha área de atuação e de gerência.  O Boletim Econômico me faz cada vez mais orgulhoso desse projeto e de como vejo que estamos no caminho certo.

Redação

Larissa (editora):
Como aluna de Relações Internacionais, tive pouco contato com economia pura. O Boletim, além de me proporcionar um maior conhecimento na área, me deu a chance de crescer profissionalmente e de, todos os dias, conseguir colocar em prática as coisas que aprendo em sala de aula. Da mesma forma, fiz amigos incríveis, com os quais espero continuar construindo cada vez mais um BE melhor e que se supera.

João (editor):
O BE é uma das melhores experiências que eu tive na vida. Antes de entrar no jornal eu nunca havia trabalho e me sentia muito mal por isso. Quando entrei, eu me apaixonei, descobri que amo escrever conteúdos de economia. Mas a melhor parte do jornal são as pessoas que fazem parte dele, que vou levar pro resto da vida.

João Marcos (redator):
O Boletim Econômico abriu meus olhos para a Economia na vida real. O simples fato de relatar e explicar os acontecimentos econômicos para as pessoas, faz com que a gente utilize tudo que aprendeu em sala de aula. Por isso, descobri que colocar os conhecimentos em prática é a melhor forma de aprender.

O futuro do Boletim Econômico

Finalmente, como uma empresa que se propõe a melhorar a cada 6 meses, o BE possui planos frescos para o novo semestre.

boletim economico

Por isso, no início de 2020, realizamos um processo seletivo. Dessa forma, mais 7 pessoas ingressaram na equipe, para que futuros projetos sejam realizados. Dentre eles:

  • Posts todos os dias da semana, incluindo sábado e domingo;
  • Novos redatores, que serão conhecidos pelos leitores nas próximas semanas;
  • Maior abrangência da economia, expandindo mais a área de economia internacional, economia ambiental e mercado financeiro;
  • Maior interação com nossos leitores, por meio de projetos e comunicação.

As próximas novidades, nós contaremos, eventualmente, no futuro. Por isso, continuem conosco. O Boletim Econômico pretende continuar melhorando cada dia mais, por nós, e por vocês.