O ser humano desde os primórdios da sua existência tem evoluído. E quando as pessoas pensam que não existe mais nada para o homem inventar, ele sempre surpreende. Uma das mais evidentes hoje são as criptomoedas.

Antes de mais nada, essa nova forma da moeda completamente digital vem conquistando cada vez mais pessoas. Isso se dá pela sua facilidade, segurança e um custo menor do que as moedas tradicionais.

Como resultado disso, o mundo em alguns anos usará predominantemente essa moeda digital. Por isso hoje ela é considerada o futuro das moedas.

bitcoin cryptocurrency GIF criptomoedas

Para entender esse processo, precisamos entender o que é uma moeda, bora??

O que é a moeda?

Quando o ser humano deixou de ser nômade e começou a viver em cidades, ele começou a fazer trocas. Assim, quando uma pessoa queria determinado produto, ela oferecia outro para obter essa mercadoria.

A moeda vem para intermediar todo esse processo. Dessa forma, essa troca se torna mais simples, pois é muito mais fácil transportar moedas do que quilos de alguma mercadoria. 

Porém, os humanos não se conformaram com os primeiros exemplares de moedas criados, as moedas de metal. Difíceis de serem transportadas e seu alto risco de roubo fizeram com que o homem desenvolvesse outros tipos de moeda.

Analogamente, o ser humano ainda faz essas mudanças afim de evoluir e aperfeiçoar esse objeto de transição entre as trocas de mercadorias. Em vista disso, hoje se tem as criptomoedas.

Afinal, o que são elas?

Essas são códigos digitais criptografados que exerce essa função de intermediar trocas de mercadoria via internet, sem regulamentação estatal. 

bitcoin GIF

A história das moedas já foi contada aqui no Boletim Econômico, para conferir, clique aqui.

Por que as criptomoedas são o futuro?

Acima de tudo, devemos lembrar que ela só consegue ter essa função por causa de uma convenção social. Mas, como assim?

Para uma moeda ter valor, a sociedade tem que aceitar essa nova forma de troca para ela ter esse valor. Por exemplo, nós usamos o real porque aceitamos que ele tem um valor agregado.

O mesmo está ocorrendo com as criptomoedas, várias lojas virtuais já aceitam o Bitcoin, a mais famosa das moedas criptografadas, como forma de pagamento. O eBay, um dos maiores sites de venda do mundo é um exemplo disso.

Do mesmo modo, outro exemplo que torna isso mais evidente é o reconhecimento das criptomoedas pelo Banco Central em 2019.

Veja também: Criptomoedas passam a ser reconhecidas pelo Banco Central

Todo esse crescimento desse estilo de moeda se dá por 3 fatores.

O primeiro deles é a facilidade das transações. Por ser uma moeda digital, o processamento de uma transação é bem mais rápido do que de uma moeda física, e pode ser feita com alguns cliques no celular.

O segundo fator é a segurança. A maioria das criptomoedas utilizam uma tecnologia chamada Blockchain. A partir dele, não é possível haver fraudes em transações utilizando essa tecnologia, que faz as criptomoedas tão especiais.

E, por último, mas não menos importante, é o menor custo em relação as moedas físicas. Isso se dá pelo fato de não ter um intermediário entre as transações, como os bancos, que cobram taxa para isso.

Diante disso, alguma das maiores empresas do mundo estão investindo para a criação da Libra, a criptomoeda do Facebook. Segundo eles, essa criptomoeda poderá ser usada até pelo Whatsapp.

wow GIF by Nego do Borel

Veja também: Tudo sobre a nova criptomoeda do Facebook

Vamos com calma…

Assim sendo, é iminente que as criptomoedas vão ser prioridade de todas as pessoas do mundo. Porém, esse processo de transição vai ser muito lento.

As moedas digitais ainda são muito novas, e, por mais que tenha todos esses benefícios, ainda não conquistou grande parte da população. Desse modo, por mais que o ser humano tende a evoluir, ele faz isso de maneira devagar.

Assim, é muito difícil as pessoas deixarem de usar as moedas físicas, que já se mostraram confiáveis durante milhares de anos, para usar uma tecnologia que ainda é um “bebê”.

E você, qual sua opinião sobre as criptomoedas? Deixe aqui nos comentários!