Atualmente, nos encontramos cercados de notícias sobre o coronavírus e suas perdas humanas e crises econômicas.

Diante disso, para amenizar o agravamento da crise, o governo anunciou o desenvolvimento de plano de geração de 1 milhão de empregos por meio da retomada de obras públicas.

Sendo assim, neste post, o plano será explicado, bem como a sua relação com o New Deal após a crise de 29.

O ex-empregado pode prestar serviço para a empresa em que crise

A economia e o Coronavírus

Em meio ao cenário da pandemia do coronavírus, foi-se acompanhando o surgimento e crescimento de uma crise financeira.

Esta é causada, em grande parte, pela falta de certezas sobre a doença e de seus desdobramentos, bem como pelas medidas restritivas.

Já escrevemos sobre as consequências econômicas do coronavírus, clique aqui para ler.

Dessa forma, a crise econômica tem fechado estabelecimentos, causado desemprego e, consequentemente, diminuído a renda da população.

Diante disso, o governo tem tomado medidas para aquecer a economia em concordância com essas medidas restritivas, que têm guiado as ações da sociedade.

O Plano Pró-Brasil

Dessa maneira, na quarta-feira (22), foi anunciado um plano de retomada da economia brasileira para frear o aumento do desemprego do país devido à crise.

Esse é chamado de plano pró-brasil e está sob o coordenação do ministro da Casa Civil (parte do poder executivo), Walter Braga Netto.

Assim sendo, esse plano tem o objetivo de gerar entre 500 mil e 1 milhão de empregos nos próximos 3 anos por meio da retomada das obras públicas com o recurso do Tesouro Nacional.

Somado a isso, o plano também pretende melhorar o ambiente de negócios e a infraestrutura do país.

Como será feito?

O plano prevê a injeção de R$ 30 bilhões até 2022 por parte do governo e tem sido chamado de o Plano Marshall do governo de Jair Bolsonaro.

Não entendeu a referência? Já escrevemos sobre o que foi o Plano Marshall aqui

Dessa maneira, o Ministério de Infraestrutura, indicou 70 obras públicas que estão paralisadas ou funcionando abaixo de sua capacidade.

Além disso,  grande parte dessas obras indicadas já estão com processos de engenharia e licenciamento ambiental já resolvidos, e fazem parte da área de transporte.

Meet BA Obras: an open platform for monitoring public works ...

É importante lembrar que o plano ainda esta sendo desenhado pelo governo, porém já tem a expectativa de ter suas medidas já formadas em setembro e de ser executado em outubro.

Todavia, a conciliação do plano com as restrições fiscais da política do teto de gastos (limita os gastos públicos do país), tem sido complicada.

Contrapontos 

Como se trata de um plano que ainda está em processo de desenvolvimento, muitas opiniões têm sido levantadas quanto à quantidade de dinheiro que deve ser injetada, bem como a própria viabilidade do plano.

Além da formatação das linhas gerais do plano, na reunião com o presidente foi também mostrado um diagnóstico indicando que a crise durará até o ano que vem, e que, sendo assim, serão necessárias outras medidas econômicas.

Em vista disso, também são analisados que os ajustes na política fiscal que interfere nos gastos do governo e na tributação deverão ser repensados.

Dessa forma, o ministério da economia vem desenvolvendo estratégias para a arrecadação de dinheiro para o plano, por mais que uma estratégia como essa iria contra os ideais liberais de uma mínima intervenção do Estado na economia do ministro Paulo Guedes.

Quer saber mais sobre as escolas do pensamento econômico? Clique aqui.

É importante saber que muitos economistas vêm criticando o plano pela falta de clareza e detalhamento dos passos que vão ser tomados efetivamente. 

jimmy fallon what GIF by The Tonight Show Starring Jimmy Fallon obras públicas crise

New Deal 

Igualmente no cenário da crise de 1929, que representou uma crise do liberalismo, o mundo vem enfrentando uma crise no sistema financeiro que chegou de maneira inesperada.

Diante disso, os países vêm adotando medidas mais keynesianas de protecionismo e intervenção do Estado na economia que se assemelham ao plano New Deal proposto na solução da crise de 29.

Já explicamos o que foi a crise de 29 e o New Deal aqui

What the New Deal can teach us about winning a Green New Deal ...

Assim sendo, planos de injeção de capital na economia, e assim de uma maior participação do Estado têm sido organizados por todo o mundo. 

Dessa forma, o plano Pró-Brasil é mais um desses planos que tentam fomentar a economia diante de uma crise sem prazo para acabar.

Gostou do post? Curta e não esqueça de nos contar o que achou! 🙂