Imagino que você saiba o que são os juros compostos. E, bem, de acordo com as notícias, 67% de brasileiros, só em 2020, são vítimas desse mal.

Mas, espera, é tão mal assim? Qual a função dos juros compostos na nossa vida? E como podemos colocá-los ao nosso favor?

Os juros

Na escola a gente aprende sobre os juros simples e compostos, certo?

Colin Farrell Idk GIF

Quando falamos de juros simples, estamos falando de uma taxa que incide apenas no valor inicial aplicado. Por exemplo: eu empresto para você 1000 reais hoje, com juros de 5% ao mês. Então, se você for me pagar em 5 meses, me deverá 1250 reais.

Aqui eu só multipliquei a taxa (5 por cento, ou seja 5 divido por 100) 1,05 (somamos a 1, porque será o valor 1000 multiplicado por 1 + 1000 multiplicado por 0,05) pelo tempo 5 e pelo valor inicial 1000.

Agora, veja como isso funciona nos juros compostos:

M = C (1+i)t

Considere que “M” é o montante, quer dizer, o que será pago no final. “i” é a taxa. “C” o capital inicial (os 1000 reais). E “t” o tempo. Então, usando o mesmo exemplo, você deveria a mim 1276,30.

Mas por que isso ocorre?

Olha, nos juros compostos, a variável tempo é exponencial, isso quer dizer que a medida que o tempo passa, sua dívida vai aumentando cada vez mais de acordo com a taxa. É o famoso “juro sobre juros”.

Quando se tem uma taxa mensal, então a taxa vai incidir sobre o montante do mês anterior. Se for diária, pelo dia anterior, e assim vai. Para contextualizar, imagine que você fosse me pagar no próximo mês, ao invés de 5 meses depois.

M = 1000 (1+0,05) 1    O montante resulta em 1050;

M = 1000 x 1,05 x 1    O montante também será 1050.

Tanto nos juros compostos quanto no simples, resultaria o mesmo valor. Isso porque nos juros simples, incidiu sobre o capital inicial (o primeiro valor). Assim como nos juros compostos, em que o valor do mês anterior também era 1000.

juros

Agora veja a perspectiva do “juro sobre juros”. Vamos para o mês 2 agora. Se o juro vai incidir sobre o valor do mês anterior, então, para os juros simples, nosso capital inicial será 1050. Veja:

(2) M = 1050 x 1,05 x 1    O montante será 1102,5;

Vamos terminar a conta? Vamos até o mês 5, para entender o contexto.

(3) M = 1102,5 x 1,05 x 1     O montante será 1157,63;

(4) M = 1157,63 x 1,05 x 1     O montante será 1.215,51;

(5) M = 1.215,51 x 1,05 x 1     O montante será 1276,30

*todos os valores acima estão com as casas decimais (valor após a vírgula) arredondados.

Viu como funciona os juros compostos? Pois é, para mim foi ótimo cobrar de você por ele. Só não para você. E é, justamente assim, como funcionam a maioria das dívidas.

O Vilão

juros

Sabe seu tão amigo cartão de crédito? Que te ajuda a comprar coisas que você deseja hoje, mas não tem dinheiro para pagar? Então, os juros dele, em 2020, está acima de 300% ao ano.

O que isso significa? Que se você comprar um tênis de 100 reais e não pagar a dívida, pode ficar devendo, na verdade, em torno de 300 reais. Agora, imagina isso, considerando que no cartão está o tênis, o almoço, a viagem, etc… a dívida só aumenta.

Quer dizer, o cartão de crédito funciona como um empréstimo rápido. O banco te empresta X todo mês para que você o pague em até 30 dias. E, assim como os empréstimos comuns, você irá encontrar os mesmos juros compostos.

Um exemplo real

Olha, fiz uma simulação de empréstimo em um dos grandes bancos do país. Considerei pegar 10 mil reais, para pagar em um ano, sem pagar seguro. A taxa cobrada está sendo de 7,59% ao mês! No fim dos 12 meses, eu teria que pagar 15.690,24. Isso significa que foi cobrado 5.690,24 por terem me emprestado 10.000 reais.

Ou seja, evite empréstimos, evite MUITO dever o cartão, evite o cheque especial. E empréstimos são úteis? Sim, mas, majoritariamente, caso você for abrir um negócio e precisar de um valor inicial. Mas também, só valerá a pena se a projeção da taxa de retorno do negócio for maior que a do empréstimo.

think about it GIF by Originals

Por que ai, nesse caso, você poderá ter lucro. E, na verdade, o ideal para abrir um negócio é buscar um investidor anjo, uma pessoa que investirá na sua ideia porque acredita nele e quer vê-lo crescer (lógico, afim de ter retorno financeiro).

Por fim, o que mais me admira, é pessoas almejando investimentos com retornos de 7% ao mês. Sendo que quem consegue isso são os grandes bancos e ainda em cima da falta de educação financeiro do nosso país.

E, por isso, cá está o BE, para mostrar que você pode colocar os juros compostos ao seu favor. Saca só.

O Mocinho

mae whitman annie marks GIF by Good Girls

Vamos começar com curiosidades sobre os bancos. Sabia que o dinheiro que eles colocam para empréstimos, na verdade, saíram das poupanças? Pois é, a poupança rende, atualmente, em torno de 0,1%a.m. e os bancos cobram 7%a.m.  pelos empréstimos!

Isso se chama spread bancário, é a diferença entre os juros que os bancos cobram pelo o que eles pagam.

Logo, esse spread no Brasil é altíssimo. Por isso, precisamos evitar as dívidas e buscar investimentos. E, ai, sim, os juros compostos estarão ao nosso favor. Como primeiro passo, você pode investir em um CDB, ao invés da poupança.

Alguns investimentos

O CDB é um Certificado de Depósito Bancário. De forma crua, é um título que comprova que você fez um depósito no banco X. Esse tipo de investimento é classificado como renda fixa, ou seja, você não terá muitas surpresas quanto ao seu retorno, porque ele é fixado.

Acontece que, apesar de ser melhor que a poupança, o CDB caiu bastante. Isso porque os bancos baseiam seus CDBs com base no CDI (outra taxa importante, além da Selic). Então você pode encontrar CDBs com 100% do CDI, 70%, etc… quanto mais seguro for o banco, menor vai ser a taxa de retorno (até porque menor vai ser o risco, né?).

Agora, olha, por exemplo, as taxas do Tesouro prefixado:

E os bancos querendo cobrar esses 7% ai só ao mês, né?

juros

Mas veja um detalhe: percebe que quanto maior o tempo, maior o retorno? Além de uma questão de taxa maior, para risco maior, o tempo reage de forma exponencial (lembra?), aumentando seu retorno.

Investir em Tesouro Selic está dando prejuízo?

Mas, detalhe, para não desanimar, a renda fixa é mais indicada para a Reserva de Emergência. Então, se quiser maiores rentabilidades, com a queda da taxa Selic, é indicado ir para a renda variável. Para isso, vamos ver o poder dos juros agindo nesse fundo:

Morgan Stanley Global Opportunity Dolar Advisory FIC FIA IE

Como você pode ver, quando falamos que é renda variável, é porque ela pode variar tanto positivamente, quanto negativamente. Mas, a força dos juros compostos gera um acumulado muito positivo em relação aos meses.

Avalie os juros

Então, caro leitor, cuidado com os juros compostos! Quando eles estão contra você pode doer muito. E, quando for seu amigo, faça boas escolhas, para ter bons rendimentos. Por isso que eu sempre desejo: bons estudos e bons investimentos!

Ah, pequeno grande detalhe: se ainda não sabe como começar a investir, tenho aqui 5 passos para te ajudar com isso.

E se você viu aqui qualquer palavra desconhecida e ficou confuso sobre ela, indico ler nosso “mini dicionário” com as palavras que todo investidor deve conhecer. Para saber mais, clique nos links abaixo.