Na última semana, a União Europeia acusou a empresa Amazon de usar dados para obter vantagem indevida sobre seus parceiros.

A Amazon é uma das empresas que mais vem crescendo no cenário internacional. Com isso, as investigações acerca da mesma se iniciaram.

Dessa forma, o órgão regulador do bloco econômico entrou com ações antitruste contra a empresa.

Quer entender mais sobre esse processo? Continue lendo!

Amazon GIFs | Tenor

União Europeia x Amazon?

A Amazon foi acusada na última terça-feira (10) de violar regras de concorrência da União Europeia.

Com isso, a Comissão Europeia, órgão regulador, decidiu mover um processo contra a empresa.

Segundo o órgão, a Amazon pode ter abusado de sua condição de líder do mercado.

Ainda mais, a empresa também estaria usando indevidamente os dados de seus revendedores.

Deste modo, a Comissão Europeia informou que funcionários e sistemas digitais da Amazon usam dados como número de produtos vendidos. Além disso, faturamento dos vendedores, número de visitas à um produto e valores de frete

Dessa forma, o órgão disse que discorda do uso sistemático de dados de negócios não públicos pela Amazon em serviços de comércio eletrônico na França e na Alemanha.

Sendo assim, a Comissão entende que o uso dos dados privados do marketplace faz a companhia evitar os riscos comuns do varejo. Desse modo, podem aumentar seu domínio nos seus dois maiores mercados do bloco.

Além disso, a União Europeia vem investigando a empresa desde 2018 e se concentrou em exercer um duplo papel, como mercado e varejista.

Sendo assim, a preocupação do bloco é com a conduta empresarial muito específica que parece distorcer a concorrência. De acordo com a vice-presidente executiva Margrethe Vestager, comissária da UE.

Clique aqui para entender melhor como a Amazon se desenvolveu tanto.

União Europeia ordena Amazon a pagar 250 milhões de euros em impostos |  Adrenaline

Qual a resposta da Amazon sobre o processo da União Europeia?

Com as acusações da UE, a Amazon pode vir a pagar cerca de 10% de sua receita anual mundial.

Dessa forma, a Amazon tem o direito de se manifestar sobre as alegações antes da aplicação eventual de multas.

No entanto, a empresa se posicionou rejeitando todas as acusações.

Ademais, de acordo com as regras da UE, a Amazon pode responder às acusações por escrito e apresentar o caso em audiência.

Todavia, caso algum dos casos seja comprovado, a Amazon ficará sujeita à norma que proíbe o abuso de mercado a partir de uma posição dominante.

Sendo assim, as consequências para a empresa podem ser diversas.

Em conclusão…

Por isso, é preciso ficar atento às novas ações da Amazon. Isso, porque hoje a Europeia é um dos mercados mais promissores do mundo, se não o mais promissor. Deste modo, é essencial para a empresa estar no continente.

?? O Boletim Econômico é uma iniciativa de estudantes para estudantes. Por isso, se gostou do post, compartilhe com seus amigos e deixe-nos saber!