A previdência pública no país não é nada mais que um seguro social garantido aos trabalhadores.

No nosso sistema atual, o Estado tem o papel de distribuir os recursos da previdência de acordo com a legislação. Porém, por a previdência ser uma pirâmide financeira, o governo está com muitas dificuldades para pagar esse direito para as pessoas, fazendo elas utilizarem a previdência privada.

COMO ASSIM UMA PIRÂMIDE FINANCEIRA??? Vem comigo que eu te explico!

Porque a Previdência Pública é uma pirâmide financeira?

O primeiro passo para você entender porque a previdência pública ser uma pirâmide é saber o que é um esquema de pirâmide financeira.

Essa prática pode se resumir em três etapas.

Primeiramente uma empresa promete ao seus clientes lucros fora do normal. Segundo, paga esses lucros extraordinários com dinheiro de novos clientes e, por último, essa empresa quebra no momento que não consegue mais novas pessoas para o esquema.

Dessa forma, a previdência pública se encaixa a partir da segunda etapa.

No sistema atual brasileiro, o dinheiro utilizado para pagar os aposentados hoje vem dos contribuintes atuais e, teoricamente, esses receberão a aposentadoria dos contribuintes de amanhã.

Ou seja, ao invés de ter a oportunidade de garantir seu próprio futuro e ter uma aposentadoria tranquila, você está pagando a aposentadoria de pessoas que você nunca nem viu na vida.

De acordo com as etapas citadas, a previdência social se caminha para a terceira fase, na qual o nível de contribuição está cada vez menor, devido ao envelhecimento da população e a queda da taxa de natalidade.

Como resultado disso, a população brasileira se encontra na maior crise da previdência social da história. Para se ter uma noção, hoje o Brasil gasta mais com a previdência do que saúde, educação, segurança juntos.

trolls tami GIF

Essa perspectiva de gasto está longe de ser corrigida.

Apesar da Reforma da Previdência já está no Senado Federal, ela propõe uma economia ainda a longo prazo. Essa reforma também não muda esse esquema de pirâmide da previdência pública, assim, ela também terá que ser reformada no futuro.

Mas, se você que está com medo do Brasil não ter dinheiro para te pagar no futuro quando você estiver bem velhinho, nós separamos algumas dicas para você aposentar com mais segurança.

Como não depender só da previdência social?

A palavra mais falada para escapar desse cenário de crise é Previdência Privada.

Em primeiro lugar, é necessário ter consciência de que essa forma de previdência é um investimento a longo prazo. Dessa forma, existem várias formas de aplicar seu dinheiro para ter uma aposentadoria mais confortável.

A previdência privada é um tipo de investimento na qual existem duas etapas. Primeiro você acumula (aplicações mensais) uma certa quantia de dinheiro para depois fazer o resgate desse capital mais os juros acumulados no investimento.

Resultado de imagem para stonks

Antes de mais nada, esse investimento pode ser feito de diversas formas. Existem Fundos voltados apenas para Previdência Privada.

Porém, você pode fazer essas aplicações em ações, Fundos imobiliários, Títulos de Renda Fixa, Debêntures, entre outros. Só não vale investir na poupança!!!

Você pode fazer uma simulação clicando aqui!

O que é interessante saber é que para realizar esse tipo de investimento, é necessário ter planejamento e bastante disciplina. Diferentemente da previdência pública, os resgates das aplicações mensais não são obrigatórias.

Por isso, é preciso planejar a quantia que você pode aplicar por mês para não ficar no vermelho. Pensar no futuro é importante mas não pode esquecer o presente.

Quais as vantagens da Previdência Privada em relação a Pública?

Antecipadamente, a previdência pública não tem planejamento próprio do contribuinte. O trabalhador paga uma alíquota do salário para o INSS durante um período preestabelecido pelo governo.

A partir disso, quando tiver o direito a aposentadoria, ele irá sacar, por mês, uma quantidade também estabelecida pelo governo. Tudo isso de acordo com o salário do contribuinte.

Já na previdência privada, a pessoa que fizer esse investimento pode estabelecer seu próprio tempo de trabalho, sua própria alíquota mensal. E o melhor de tudo, decidir também quanto quer receber por mês no futuro.

Acima de tudo, no mundo dos investimentos não existem milagres.

Decidir quanto quer receber está totalmente entrelaçado nas aplicações mensais que você irá fazer.

Todos nós sonhamos com um milhão por mês de aposentadoria, mas, tudo depende da sua situação financeira atualmente. É preciso ter pés no chão.

Eae, animado para começar seu próprio plano de previdência privada e poder ficar assim quando velhinho(a)?

Pessoa idosa dançando

Confira aqui embaixo algumas matérias do Boletim Econômico para te ajudar a ser um bom investidor: