O Brasil é um país que ostenta uma vasta gama de universidades renomadas, especialmente, na área das Ciências Econômicas e Gerenciais. Por este motivo, o BE irá listar as 10 melhores faculdades de economia no país, a fim de te ajudar a escolher a instituição ideal!

Atualmente, a Folha de São Paulo divulga o seu Ranking Universitário, baseado nas pontuações do MEC e do ENADE.

Assim sendo, a pesquisa anual é realizada pontuando cinco aspectos da construção universitária, como pesquisa, ensino, mercado, internacionalização e inovação.

Vamos ao nosso ranking, então?

1º – Universidade de São Paulo – Faculdade de Economia e Administração (FEA)

Melhores faculdades de economia do Brasil

Inicialmente fundada em 1946, a faculdade de economia da USP é a maior e mais importante faculdade pública do país. Situada na cidade de São Paulo, a faculdade conta com mais 3 mil alunos de graduação.

Possuindo assim, um curso de economia completo e abrangente, a USP prepara seus graduandos para qualquer seguimento da vida profissional. Dessa forma, eles podem atuar seja no âmbito acadêmico, na esfera pública ou privada.

Diversos economistas de nomes renomados realizaram sua formação pela FEA, bem como: Delfim Netto, Affonso Celso Pastore, Ricardo Amorim, entre outros.

2º – Universidade Estadual de Campinas – Unicamp (IE)

Em segundo lugar está o Instituto de Economia da Unicamp, uma renomada universidade voltada para a produção e pesquisa acadêmica. Assim sendo, a Unicamp é responsável por 15% da produção científica no país.

Especialmente, o Instituto de Economia iniciou suas atividades em 1968 e hoje possui cerca de 1618 alunos de graduação, além de um amplo programa de pós-graduação.

3º – Escola de Economia de São Paulo – Fundação Getúlio Vargas – EESP

FGV é uma boa faculdade e economia?Em seguida, a Escola de Economia de São Paulo é uma importante faculdade de economia privada, vinculada à Fundação Getúlio Vargas. Contando com uma base econométrica bastante sólida, a EESP é uma importante fonte de pesquisas e divulgação de índices e dados.

4º – Universidade Federal de Minas Gerais – Faculdade de Ciências Econômicas (FACE)

Já a FACE, por sua vez, foi fundada em 1941, e hoje oferta diversos cursos de graduação, como administração, contábeis, economia e relações econômicas internacionais.

Face - faculdade de economia

Recentemente, a UFMG foi considerada a melhor universidade federal do Brasil, segundo o Times Higher Education (THE). O mesmo ranking atribuiu à universidade a 5ª colocação no ranking da América Latina.

E, é claro, a instituição está entre melhores faculdades de economia do Brasil.

Além disso, a FACE possui um abrangente programa de pesquisa, o Cedeplar – Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional da Faculdade de Ciências Econômicas.

5º – Universidade Federal do Rio de Janeiro – Instituto de Economia

De antemão, o Instituto de Economia da UFRJ é uma das mais tradicionais faculdades do Brasil, tendo sua origem em 1938, é considerada pioneira no ensino das ciências econômicas.

Ainda mais, a UFRJ berço de influentes economistas brasileiros, diversos deles ocuparam importantes cargos públicos, confira alguns:

  • Carlos Lessa, ex-presidente do BNDES;
  • Octavio Gouvêa de Bulhões, Ministro da Fazenda no governo de Humberto Castelo Branco;
  • Eugênio Gudin, Ministro da Fazenda no governo Café Filho;
  • Roberto de Oliveira Campos, ex-presidente do BNDES e ministro do Planejamento no governo Castelo Branco.

6º – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

PUC SP ECONOMIA

Da mesma forma, no âmbito das universidades privadas, a PUC tem sido referência, com um ensino plural e diverso, ela busca preparar seus alunos para a atuação no setor financeiro.

Diante disso, a  PUC-SP vem ofertando variadas oportunidades com as empresas de consultoria júnior, permite com que os alunos criem experiências, na prática.

7º – Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Faculdade de Ciências Econômicas

Como resultado de uma história centenária, a Faculdade de Ciências Econômicas da UFRGS, busca garantir um ensino de qualidade tanto na graduação, quanto na pós-graduação. Assim, gerando um elevado desempenho de pesquisa e extensão, com o foco no desenvolvimento regional.

8º – Escola Brasileira de Economia e Finanças (FGV-Rio)

Juntamente com a filial em São Paulo, a Fundação Getúlio Vargas contribuiu para a formação e desenvolvimento da elite intelectual no segmento das ciências econômicas.

Com isso, a FGV-Rio teve participação na formação do atual ministro da economia do Brasil, Paulo Guedes, além de Joaquim Levy, ex-presidente do BNDES.

9º – Universidade Federal do Paraná – Departamento de Economia (Depecon)

Por sua vez, a federal do estado do Paraná é a mais antiga instituição de ensino com a concepção de universidade do Brasil.

Contudo, possuindo tanta tradição, seu departamento de economia tem por objetivo formar profissionais com uma sólida referência teórica e instrumental.

 10º – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC Rio

Por fim, o Departamento de Economia da PUC-Rio é um dos mais reconhecidos centros de ensino do Brasil. Com quase 60 anos de tradição garante aos seus alunos as condições ideias para uma graduação de ótima qualidade.

Seja nos aspectos teóricos da economia, ou nos cálculos matemáticos o ensino completo e diversificado é a característica principal da PUC-Rio. Atualmente, seu curso de economia possui cerca de 650 alunos matriculados, além de seus programas de pós-graduação.

Desse modo, se completam as 10 melhores faculdades de economia do Brasil!

📚💸 O Boletim Econômico é uma iniciativa de estudantes para estudantes. Por isso, se gostou do post, compartilhe com seus amigos e deixe-nos saber votando e comentando abaixo!