A gente vive falando de mercado financeiro, né? Mas você sabia que dentro dele existem vários outros mercados?

Pois é, é muita coisinha mesmo. Por isso o BE tá aqui para facilitar a sua vida, trazendo conhecimento de forma simples, sem perder no conteúdo.

Então se liga aí em mais oportunidades de investimentos que você pode ter. E lembre-se: a vida não é fácil, mas ensina, nossos textos são fáceis e ensinam 😉.

mercado

Mercado a Termo

O mercado a termo representa negociações feitas que só serão efetivadas em uma data futura. Pense no significado da palavra termo, “ponto de finalização”, ou mesmo em “termo de contrato”. Juntando tudo, temos um contrato com ponto de finalização (a data futura).

Agora na prática. Vamos imaginar que você tenha BOTM3, as ações fictícias do Boletim. Hoje ela vale 15 reais e você acredita que daqui um mês seu preço caia. Então você chega no seu amigo, que acredita que vai subir, e ele oferece comprá-las por 18 reais daqui um mês.

Então, passado o tempo definido, BOTM3 está valendo 20 reais (rs) e vocês “finalizam” a negociação de acordo com os “termos de contrato”.

Seu amigo compra as ações de você por 18 reais. Você lucra 3 reais e seu amigo acabou comprando as ações mais baratas do que elas estão realmente valendo.

mercado

Mercado de Ações

O mercado de ações é o mais famoso da listinha. Porém, poucos sabem que ele pode ser subdividido em outros tipos de mercados. Mas antes, recapitulando, ações são papéis (não mais literalmente) que representam as partes de uma empresa.

Sendo assim se você tem 10% de ações da empresa X, você tem 10% da empresa X. Dessa maneira, temos os mercados…

Primário

Como o próprio nome já insinua, é um primeiro momento. Serve para os valores mobiliários no geral, mas, no caso das ações, é a situação de IPO. Ou seja, quando a empresa lança suas ações no mercado para captar recursos. É uma relação empresa-investidor.

Secundário

Já aqui, é tudo que ocorre após o mercado primário. No caso das ações, é quando os papéis são negociados entre os investidores. Ou seja, a maioria das negociações de ações.

Fracionário

Bem, as ações na verdade são negociadas em lotes. Então, quando você negocia BOTM3, são 100 ações de uma vez só. E, se o preço está cotado em 20 reais, então essa negociação custa 2000 reais.

Maaas, se você não tem essa grana toda, compra BOTM3F que passa a ser 1 ação apenas.mercado

Mercado de Balcão Organizado

Sabe a B3? A maior Bolsa de Valores do Brasil? Então, ela se chama assim porque é a abreviação de Brasil, Bolsa, Balcão. Mas o que é esse balcão?

Então, Mercado de Balcão, ou Over The Counter (OTC) é o ambiente em que você pode negociar títulos que não estão na bolsa de valores.

Outra característica peculiar é não ter um espaço físico para as negociações. Contudo, engana-se em pensar que Mercado de Balcão é algo informal.

Pelo contrário, até porque é “organizado” e administrado por instituições autorreguladoras. Essas, então, são autorizadas e supervisionadas pela CVM, que, basicamente, regula todo o mercado de valores mobiliários.

Mas, para completar seu conhecimento, existe o Mercado de Balcão não organizado. Isso porque as operações feitas não são registradas. Já quando é organizado, ocorre o registro.

Além disso, para diferenciar um pouco mais da Bolsa de Valores, as empresas listadas no Balcão não têm que atender a certas exigências cobradas na Bolsa, como ter auditoria.

swedish chef cooking GIF

Mercado de Opções

Esse nome faz jus ao seu objetivo. Isso porque você literalmente negocia uma opção, um direito. Lembra dali de cima, do mercado a termo? Então, parece um pouco. Mantendo o exemplo das ações, vou te explicar melhor.

Vamos imaginar o mesmo caso já exposto. Só que agora você é o “amigo” que quer comprar as ações da BOTM3 de um investidor Y.

Assim, ao invés de negociar a operação futura, você compra o direito de comprar as ações. Dessa forma, quando chegar no dia X você decide. Se quiser comprar pelos 18 reais, você compra, se não quiser, vlw. Flw.

Mas opa, só isso?  Posso sair arranjando opções então? Não, claro que não é de graça, porque para adquirir o direito, precisa pagar um prêmio. Logo, você será o titular da opção.

A opção que te dá o direito de comprar (se quiser) as ações do lançador. E quando chegar no tal dia X definido para compra, você comprará as ações por 18 reais, o preço strike.

jetsons GIF

Mercado Futuro

Bem, como você percebeu, mercado a termo e opções são muito semelhantes. E, para melhorar, temos o mercado futuro. Melhorar, porque essa é mais uma oportunidade para investir. Sendo assim, vamos diferenciar o mercado futuro usando o mercado a termo.

Como explicamos acima, no mercado a termo é como se você fizesse um contrato e ponto acabou. Fechou o acordo e é aquilo. Ao contrário, no mercado futuro têm-se ajustes diários, não se compra o ativo em si, mas o contrato. E, para completar, é apenas negociado na bolsa.

Por isso, no mercado futuro você pode negociar até juros e pontos de índices 🙃, não são ativos palpáveis.

Mas, o melhor exemplo é negociar commodities. Então pensa assim: temos você, produtor de batata. Hoje a saca custa 30 reais, e você negocia com alguém em daqui 3 meses vender a saca por 30 mesmo. Se o preço cair, você se salva, se subir, o comprador “ganha”.

mercado

Mercado Spot

Spot vai ser imediato. Ou seja, o mercado à vista, em que a operação ocorre na mesma hora, no mesmo momento. Contudo, a liquidação pode demorar um pouquinho a olhos nus. Mas, com um olhar investidor, é um tempo rápido, como uns dois dias (D+2).

Dessa forma, tipos de investimentos que são negociados no mercado spot são commodities (elas são elas ✌), forex (câmbio) e títulos, por exemplo. Contudo, é bom lembrar que ações não entram nesse conceito de mercado, porque suas negociações não são imediatas.

mercado

Por fim, esses são exemplos de Mercados dos quais você pode desbravar e investir à vontade. Descubra qual faz mais seu interesse e encaixa mais no seu perfil. Divirta-se com as opções, digo, as opões de mercado.

E se você viu aqui qualquer palavra desconhecida e ficou confuso sobre ela, indico ler nosso “mini dicionário” com as palavras que todo investidor deve conhecer. Para saber mais, clique nos links abaixo.

• Parte 1

• Parte 2