Quando nós estudamos os principais fenômenos de uma economia, o assunto das ações dos agentes econômicos é muito recorrido.

Por isso a macroeconomia retrata a relação entre eles como seu objeto de estudo.

Mas, quem são eles?

Nesse post vou te explicar quem são eles, quais são seus papéis em uma economia e como eles se relacionam.

Então, vem comigo e vamos aprender sobre os agentes econômicos.

Conhecendo melhor os Agentes Econômicos

Happy I Like It GIF by swerk

Bom, para começar a estudar sobre esses grandes agentes econômicos, é importante saber quem são eles.

De maneira mais ampla, eles são representados como 4 grandes agentes.

São eles, o governo, as empresas, as famílias e o resto do mundo.

O Agente Público – Governo

O agente econômico mais vezes pautado como objeto de estudo. O governo representa o papel de regulador e de cobrir as falhas do mercado.

Como, o governo se mostra como regulador as principais ações de controle fiscal e de Políticas Monetárias são focadas nele.

Por outro lado, sua função é um alvo constante entre diversas correntes de pensamento econômico. Sendo muita das vezes tratado,por liberais, como um órgão alheio à economia.

Já outras correntes, como a do marxismo, trata o governo como detentor de todos os meios de produção, visando o bem comum.

Além da função de órgão regulador, o governo é o principal responsável pela ação social e de benefício público.

Empresas

Como contraponto ao governo, as empresas são um dos grandes agentes econômicos setor privado. Dessa forma,as empresas são as responsáveis pela produção de bens e circulação de serviços.

Ao contrário do governo, as empresas não possuem nenhuma função comum à todas elas. Isso acontece, porque as empresas não são um agente centralizado, e sim várias partes de um conjunto.

Desse jeito, as responsabilidades desse agente são a de fornecer bens e e serviços a sociedade, assim como realizar os pagamentos ao fatores de produção (mão-de-obra, terra e capital).

Famílias

Do lado das empresas dos agentes econômicos privados, estão as famílias.

O conceito de família é muito discutido nos dias atuais, porém, a família é um conjunto de pessoas físicas que atuam na economia. A principal função desse grupo é o consumo, assim como a sua força de trabalho que é considerado como um dos fatores de produção.

Outra característica importante desse agente econômico, é o seu tamanho e descentralização. As famílias são o agente econômico mais numeroso e inconstante, isso por sua quantidade grandiosa de “membros”.

Como os agentes relacionam entre si?

watching john goodman GIF by Captive State

Cada um desses agentes tem suas funções em uma economia. Porém, cada um deles não conseguem se desenvolver sozinho. De forma mais simples, podemos dizer que são relações de total interdependência.

Um governo que não se relaciona com as empresas, não possui uma força para regular a economia. Do mesmo modo, as empresas sem um diálogo adequado com as famílias, não têm força de produção e consumo.

Por outro lado, cada um dos agentes se destaca por suas individualidades. Mesmo em uma economia e conjunto, cada agente busca sua maximização e otimização.

O papel de maximizar seus recursos e seus lucros são uma característica fundamental de todos esses agentes.

Apesar disso, as relações entre os agentes são, um dos assuntos mais debatidos na economia moderna. Por causa disso, o ramo da macroeconomia se dedica à esse estudo de forma mais específica.

Enfim, os agentes econômicos, são pilares fundamentais de uma economia. E por causa disso nós separamos alguns outros posts para ajudar vocês a entender melhor a economia.

Veja mais: Inflação o que você precisa saber para não ser ignorante