O maior motivo de quem investe em Renda Fixa é com certeza a segurança que ele proporciona. Já que se refere a qualquer tipo de Investimento com remuneração definida. Nele, é estipulado tanto prazo como também a forma de ser remunerado.

Você, que deseja ver seu dinheiro crescer, mas não quer aplicá-lo na poupança, após a leitura deste artigo irá descobrir quais são os principais tipos de Renda Fixa e a melhor forma de se investir com segurança.

Renda Fixa – O que é?

Antecipadamente, em operações de Renda Fixa é possível prever ou estimar o rendimento do Investimento.

Já em operações de Renda Variável, a previsão já não é possível, pois a remuneração está associada a condições futuras do mercado que dependem de fatores econômicos imprevisíveis. como por exemplo a Bolsa de Valores.

Como funciona essa Modalidade

Em resumo, a Renda Fixa é um tipo de investimento no qual o você já tem maior clareza de quanto poderá receber ao final.

Em vista disso, por falta de conhecimento, muitas pessoas pensam que esse tipo de investimento é exclusivo para aqueles que tem milhões de reais. E isso não é verdade. Qualquer pessoa pode investir em Renda Fixa.

Ainda mais, essa modalidade de investimento pode até ser vista como a porta de entrada no mercado financeiro para qualquer um que deseja investir.

 you too back at ya u too GIF

Isso acontece porque a renda fixa pode ser:

  • Prefixada — ou seja, logo que você decide fazer esse investimento é possível saber exatamente qual será o retorno lá no futuro, no fim da aplicação. Por exemplo: um rendimento de 6% ao ano.
  • Pós fixada – quando o rendimento dela é atrelado a algum outro índice da economia, como por exemplo o CDI, uma taxa comum usada pelos bancos. Nesse caso, o investidor sabe que seu dinheiro vai render conforme algo específico – mas não sabe exatamente quanto porque esse indicador tem suas flutuações.

A Nubank oferece um serviço em que basta apenas ter dinheiro em sua conta e ele irá render 100% do CDI.

Tripping GIF

Principais títulos de Renda Fixa

A princípio, operações de Renda Fixa são consideradas operações simples e de baixo risco. O CDB Certificado de Depósito Bancário — é um tipo de Investimento em Renda Fixa. Um produto bem comum que instituições financeiras oferecem.

Tesouro Direto

Tesouro Direto é a plataforma do Tesouro Nacional para compra de títulos públicos. Quando você compra um título do Tesouro está emprestando dinheiro ao governo, que te retornará essa quantia com um juros posteriormente.

Os títulos podem ser com taxas de juros pré ou pós-fixada.

Certificado de Depósito Bancário

Enquanto no Tesouro você empresta dinheiro ao governo, no CDB, ou Certificado de Depósito Bancário, emprestará dinheiro aos bancos.

Os bancos possuem operações comerciais de empréstimos, como cheque especial, crédito direto a correntistas e financiamento de automóveis, por exemplo. Para viabilizar essas operações e atender aos clientes que precisam de crédito, os bancos também tomam dinheiro emprestado pagando juros.

LCI e LCA

As Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) e Letras de Crédito Imobiliário (LCI) são títulos de dívida em que o investidor empresta dinheiro ao mercado do agronegócio ou imobiliário.

Os títulos são emitidos por bancos, que trabalham como intermediários nessa operação. Uma das vantagens desses dois investimentos de Renda Fixa é que não há incidência de imposto de renda.

Fundos de Investimento

São grupos de investidores que se juntam sob uma gestora para investir em uma mesma carteira de ativos. Essa administradora vende as chamadas “cotas”, e o investidor terá o rendimento da carteira proporcional ao número de cotas que possui.

Os fundos são uma boa opção para quem não tem tanto tempo para acompanhar os investimentos. Mas eles requerem um certo conhecimento maior sobre o Mercado.

Existem inúmeros fundos disponíveis que investem em todo tipo de ativo: fundos somente de Renda Fixa, fundos multimercado, fundos de ações, entre outros.

Afinal, Renda Fixa vale a pena?

À primeira vista, a Renda Variável pode parecer mais vantajosa do que a Renda Fixa por fornecer melhores chances de ganhos. Contudo, é preciso cuidado com essa ideia.

No mercado financeiro, o retorno de um ativo costuma ser proporcional ao seu risco. Ou seja, quanto maior o retorno possível, maior o risco.

Com isso, Investir em Renda Fixa ou Renda Variável vai depender do seu perfil de investidor.

Se você já investe ou ainda deseja investir fique atento aos nossos próximos artigos sobre Investimentos. 😉