Primeiramente, vale mencionar que além de ser a base para empréstimos e financiamentos, a taxa básica de juros brasileira também define a rentabilidade de diversos investimentos a ela atrelados, como é o caso da poupança.

Na última quarta-feira, dia 05/08, a taxa Selic foi reduzida para 2% ao ano, em mais um corte de 0,25 ponto percentual.

Sendo assim, atualmente os rendimentos da poupança estão abaixo da inflação, mas você sabe o que isso significa? Continue lendo para descobrir!

  • Para entender mais sobre a taxa Selic clique aqui.
Taxa Selic a 2%

Nono corte seguido na taxa básica de juros

O Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) é um dos principais indicadores econômicos do Brasil e essa taxa é também conhecida como taxa básica de juros.

Com a decisão do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), a taxa Selic recebeu seu nono corte seguido e assim a taxa recebeu uma mínima histórica.

A taxa básica de juros foi reduzida de 2.25% ao ano, para 2%.

Ao reduzir a taxa Selic, o Banco Central estimula o nível de atividade. Isso ocorre em um momento de forte contração do PIB mundial, em razão da pandemia do novo coronavírus.

Em vista da pandemia do COVID-19, já era esperado que essas quedas fossem ocorrer, visto que diversos bancos centrais do mundo vêm praticando essa ação.

Todavia, como o Brasil vem se apresentando como um dos piores países no combate ao vírus, as quedas foram ainda maiores, e agora a poupança esta abaixo da inflação.

Entretanto, nas últimas semanas, indicadores apontaram para um princípio de recuperação da economia no Brasil.

Portanto, mexer nessa taxa e também uma forma de controlar a deflação e aproximar a inflação da meta atual.

A poupança abaixo da inflação é uma coisa boa ou ruim?

Primeiramente, vale mencionar que o Banco Central fixa a taxa básica de juros, com base no sistema de metas de inflação.

Sendo assim, para calcular o rendimento real, deve-se subtrair do ganho o Índice de preços no consumidor (IPCA) do período.

Como a projeção para a inflação em 2020 é de 1,63%, segundo o último Boletim Focus do Banco Central, o investidor perde 0,23 ponto percentual em poder de compra deixando o dinheiro na poupança.

Dessa forma, se o IPCA subir nos próximos meses, o retorno da aplicação fica ainda mais negativo.

Sendo assim, a resposta para o titulo acima vai depender, pois quando a taxa Selic diminui acontece três coisas:

  • O crédito fica mais acessível, já que os bancos tendem a baixar as taxas de juros;
  • A inflação tende a subir, já que as pessoas consomem mais;
  • Os preços podem sofrer leves aumentos.

Conclusão…

Portanto, conclui-se que, com baixa da Selic, as aplicações na caderneta de poupança estão rendendo menos que a inflação.

Sendo assim, nesse cenário, a reserva de emergência passa a não ter mais rentabilidade, por isso seria ideal começar a pensar em outras opções de investimento.

?? O Boletim Econômico é uma iniciativa de estudantes para estudantes. Por isso, se gostou do post, compartilhe com seus amigos e deixe-nos saber votando e comentando abaixo!