Sempre que tratamos de assuntos relacionados a economia, falamos com naturalidade sobre Oferta e Demanda. Um dos males do economista é achar que todas as pessoas tem o dicionário do Economês em casa. Porém, infelizmente esse não é um assunto tratado em salas de aula do ensino fundamental e médio.

Oferta e Demanda são ensinadas nas aulas introdutórias de economia como parte da Teoria Microeconômica. Dessa maneira explicaremos como nas aulas de economia, a Oferta como do lado da Produção e a Demanda como o lado do Consumidor.

Teoria Microeconômica

A teoria microeconômica trata principalmente da Interação entre as Famílias e as Empresas no mercado.

É ela que faz o elo de ligação entre oferta e demanda, para compreender o Funcionamento do Mercado.

Dessa forma, a Teoria Microeconômica estuda as condições que levam as famílias a tomarem uma decisão de consumo. Ou seja, todo o ambiente econômico em volta que influencia as pessoas a tomarem decisões.

Também é ela que estuda como as empresas decidem o que e quanto vão produzir.

A Teoria Microeconômica tem duas principais variáveis:

  • Quantidade ofertada;
  • Quantidade demandada.
Curva de oferta e demanda
S = Oferta D = Demanda

Oferta e Demanda

Oferta e Demanda são dois conceitos simples utilizados pela Teoria Microeconômica para mensurar a quantidade de um produto que as famílias querem Comprar, e as empresas querem Vender.

Oferta

Oferta é a quantidade de um bem ou serviço que está Disponível no Mercado para ser comprado. Ou seja, é a quantidade de bens e serviços que as empresas Produzem.

cars go GIF by BlackPowderWorks

Os elementos então que vão definir  a curva de Oferta são:

  • Preço do bem;
  • Preço dos insumos (matéria prima);
  • Tecnologia de produção.

Todos esses fatores são analisados pelas empresas na hora de decidir o quanto vão produzir. Ou seja, o quanto do seu produto vão disponibilizar no mercado.

Entende-se que para uma empresa quanto mais alto o Preço de um bem, mais ela vai querer vender daquele bem.

A oferta de uma empresa vai depender então além do preço do bem, dos preços dos Insumos. Ou seja, da matéria prima. Quanto mais caros os insumos, mais caro será o bem.

O preço mais alto dos insumos pode tanto aumentar ou diminuir a oferta, depende de como analisamos. A princípio quanto mais cara a matéria prima mais caro o preço do produto final, assim mais as empresas vão querer produzir.

Mas uma empresa que já esteja produzindo o produto a algum tempo, o aumento do preço do insumo pode causar uma redução na oferta.

A tecnologia de produção está relacionada à eficiência de produção da empresa. Quanto mais avançada a tecnologia, maior será a quantidade produzida.

Demanda

Por outro lado, a Demanda é a quantidade de bens e serviços que as pessoas estão dispostas a Comprar no mercado. Ou seja, o consumo total das famílias.

Os elementos que definem a Demanda de um consumidor são:

  • Preço do bem;
  • Renda do consumidor;
  • Preço do bem substituto;
  • Gosto do consumidor.

Como resultado da análise de todos esses fatores, o consumidor decide como gastar da forma que mais lhe agrada seu dinheiro.

Os consumidores analisam todos esses fatores, mesmo sem perceber.

Diferentemente do pensamento das empresas, quanto mais caro o preço do bem ou serviço menor a quantidade que as pessoas vão consumir.

Além do preço do bem, a demanda é influenciada pela renda do consumidor. Assim as famílias estão restritas a comprar apenas aquilo que está dentro da sua restrição orçamentária.

everybody hates chris reason GIF

Quando falamos de bens substitutos, estamos nos referindo a aqueles bens que são parecidos. Ou seja, são aqueles bens que quando um aumenta o preço os consumidores preferem comprar o outro mais barato.

Equilíbrio de Mercado

Equilíbrio de Mercado é o ponto em que a quantidade demandada é igual a oferta por um bem ou serviço. Por isso que dizemos que o mercado regula a atividade econômica.

Dessa maneira, o mercado equilibra os preços dos produtos no ponto em que consumidores e ofertantes atingem um “consenso”.

O mercado é o único lugar em que podemos satisfazer nossas necessidades de consumo, encontrarmos alguém que esteja disposto a vender exatamente aquilo que queremos comprar.

Imagine só isso!

Você precisa comprar um tênis tamanho 40, mas não existe um “mercado” onde possa encontrar isso. Você então vai ter que achar alguém que tenha um tênis do seu tamanho, e esteja disposto a vendê-lo.

É por isso que o mercado é a maneira mais eficiente de alocar os recursos escassos da economia. Quem deseja comprar, encontra quem esteja disposto a vender.

ugly betty shopping GIF by HULU

O ponto de equilíbrio de mercado não é fixo, uma vez que ele depende tanto dos fatores das curvas de oferta e demanda quanto de fatores externos.

Ou seja, quando o preço de um bem o serviço muda o equilíbrio de mercado muda.

Dessa maneira a teoria microeconômica é que nos mostra como funciona o mercado, e as interações entre os agentes econômicos.

E aí, o que achou do post? Deixa aí nos comentários. 😉