Na quarta-feira (23), os Estados Unidos foram, mais uma vez, tumultuados em relação às eleições que acontecerão em 3 de novembro. 

Trump, ao ser perguntado por uma repórter em uma entrevista coletiva, na Casa Branca, se ele se comprometeria com uma “transição pacífica de poder“, respondeu “teremos que ver o que acontecerá”.

Diante disso, o posicionamento direto do presidente é justificado por este pelas suas incertezas sobre a confiabilidade dos votos postais. 

Quer entender mais sobre isso? Continue lendo!

Trump e Biden trocam farpas na reta final da campanha eleitoral | Exame

Trump: “as cédulas são um desastre” 

Em meio à acirrada corrida eleitoral entre o democrata Joe Biden e o republicano Donald Trump, o cenário da pandemia do novo coronavírus aumenta a participação de votos pelo correio

Você sabia que, por causa dos votos postais, os resultados das eleições pode ser adiado?

Desse modo, o sistema, antes menos presente nas eleições, aparece como uma opção para as medidas de isolamento social que o país implementa. 

Correio dos EUA alerta sobre atrasos no envio de votos pelo serviço postal  - Internacional - Estadão

Diante disso e da posição de retaguarda nas pesquisas eleitorais em relação a Biden, Trump levanta questionamentos sobre a vulnerabilidade dos votos postais à fraude

Em resposta, a campanha de Biden afirma estar preparada para possíveis “malícias” do presidente Donald Trump.

Ademais, Mitt Romney, senador republicano declarou que a transição política de poder pacífica é “fundamental para a democracia“. 

Não obstante, é importante lembrar que na campanha eleitoral de 2016 de Donald Trump contra Hillary Clinton, este também havia afirmado que não se comprometeria com os resultados em caso de derrota.

Facebook proíbe propaganda eleitoral nos EUA. Para ler, clique aqui

Biden e os democratas 

Em contrapartida, em agosto, os democratas foram acusados por tumultuar as eleições quando Hillary Clinton apelou para que Biden não reconhecesse os resultados, caso estes fossem estreitos. 

Você sabia que Donald Trump venceu as eleições em 2016 mesmo com 3 milhões de votos a menos que Hillary? Isso se deu pelos resultados do Colégio Eleitoral.

Posteriormente, trataremos sobre a forma como se dão as eleições americanas aqui no BE. Fique ligado!

Trump e a Suprema Corte

Outro fato importante foi a indicação de Amy Coney Barrett, juíza conservadora, realizada por Trump, após a morte da juíza progressista Ruth Bader Ginsburg. 

Por conseguinte, a Suprema Corte contaria com 6 juízes conservadores e 3 liberais. Todavia, a indicação ainda precisa ser aprovada pelo senado.

Amy Coney Barrett confirmation process will stay on schedule - Axios

Logo, isso se trata de uma passo significativo do presidente Trump, pois se os resultados das eleições forem questionados por este, a decisão será transferida à Suprema Corte. 

Por outro lado, segundo a Comissão Eleitoral Federal, não há fundamento para as acusações de fraude. 

Você sabia que segundo um estudo em 2017, o índice geral de fraude eleitoral nos EUA estava entre 0,00004% e 0,0009%?

A população

Em meio a isso, o país se encontra dominado por protestos raciais há meses, além da crise sanitária do novo coronavírus. 

Inclusão social na intersecção entre raça, gênero e vulnerabilidade | Exame

Ademais, há 1 mês das eleições, é anunciado o resultado positivo para Covid-19 de Donald Trump e sua esposa, Melania Trump, o que modificará a logística das campanhas.

Dessa maneira, o presidente estadunidense terá que permanecer em isolamento pelo menos por 14 dias, alterando eventos que poderão ser cancelados ou feitos de forma virtual.

Entenda mais sobre as mudanças em torno do teste positivo para Covid-19 de Donald Trump.

O que achou do texto? Não esqueça de deixar sua reação aqui! 🙂